Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Insegurança no trânsito

Trecho onde motociclistas morreram na BR-448 não tem iluminação

PRF afirma que problema pode ter contribuído para o acidente
11/06/2019 15:53 11/06/2019 18:21

A escuridão da BR-448 (Rodovia do Parque) pode ter contribuído para o acidente que matou motociclista e caroneiro na madrugada desta terça-feira (11). As vítimas caíram de uma altura de cerca de 30 metros depois que o veículo colidiu contra a mureta da alça de acesso à capital, nas proximidades da Arena do Grêmio. O acidente aconteceu às 4 horas. Além da falta de iluminação, o condutor não tinha habilitação e a moto estava irregular.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) afirma que a falta de iluminação se concentra exatamente no trecho do acidente, na chegada a Porto Alegre. A PRF não tem uma listagem com todos os pontos sem luz, mas, em 2018, a reportagem do Grupo Sinos fez um levantamento da situação da via.

Outro problema informado pela PRF é a falta de um radar no local, já que o ponto não conta com o equipamento desde dezembro, quando acabou o contrato com a fornecedora. Em março, os contratos das prestadoras do serviço não foram renovados após decisão do presidente Jair Bolsonaro

A identificação das vítimas não foi informada pela Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável pelo caso.

Concessionária prevê melhorias na rodovia

Sobre melhorias na BR-448, a CCR ViaSul, concessionária que administra o trecho, afirma que as obras na rodovia devem começar em setembro. A empresa diz que serão substituídas as atuais luminárias por LED, também será implantado cabeamento aéreo na tentativa de coibir os furtos de cabos no local.

Antes disso, no dia 15 de agosto, devem começar os atendimentos médico e de apoio mecânico, além da inspeção permanente de tráfego, que também poderá inibir ações desse tipo, assim como o monitoramento por câmeras, que será implantado, conforme prevê o contrato, em até 36 meses, e será interligado com a Polícia.

A concessionária ainda destaca que, "antecipando o cronograma, na última semana a CCR ViaSul iniciou, pelas BRs 290 e 386, a recuperação da iluminação existente em travessias urbanas do trecho concedido".

Outros acidentes no trecho

Outros acidentes já ocorreram na BR-448, no trecho da capital. No dia 7 de agosto, uma carreta com bois tombou na alça de acesso da rodovia. Parte dos animais morreu na queda quando o veículo subia a alça de acesso, vindo pela free way. Em 20 de fevereiro de 2015, uma carreta com carga de peixe tombou na alça de acesso, no sentido capital-interior.

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS