Publicidade
Acompanhe:
NH Hoje
Notícias | Região Violência

Sequestro em Taquara acaba com refém libertada e criminoso morto pela Polícia

Jovem foi capturada por bando na segunda-feira de manhã

Por Gabriel Guedes
Última atualização: 14.08.2019 às 10:19

  • Refém, que está enrolada num cobertor, deixa o cativeiro em Taquara na companhia de um agente da Policia Civil
    Foto: Polícia Civil/Especial
  • Agentes do Deic em ação no cativeiro onde estava jovem sequestrada em Taquara
    Foto: Polícia Civil/Especial
  • Desfecho de sequestro teve troca de tiros entre bandidos e policiais,culminando com sequestrador morto
    Foto: Polícia Civil/Especial

Um sequestro, iniciado na manhã de segunda-feira (12), acabou com a refém libertada e um criminoso morto na noite desta terça-feira (13) em Taquara. Depois que a Polícia Civil da cidade foi comunicada, uma força-tarefa junto com a Delegacia de Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) conseguiu descobrir o cativeiro onde estava a jovem. Ela foi levada para Santa Cruz da Concórdia, localidade distante cerca de 20 km do centro de Taquara. A Polícia estourou o cativeiro por volta das 20h30 e conseguiu libertar a jovem com vida, sem que fosse feito o pagamento de resgate pela família, segundo a delegada da DP de Taquara, Rosane de Oliveira. Na ação houve troca de tiros e um criminoso foi morto.

Além da equipe tática, a Polícia Civil utilizou um helicóptero no apoio.

 "A vítima está bem. Foram dois dias de negociações para conseguirmos salvá-la em segurança", contou Rosane. Segundo a policial, o bando que praticou o sequestro é de Taquara e tinham pedido R$ 100 mil para libertá-la. Além do bandido morto, outros dois homens foram presos pelo crime.

O registro do flagrante será feito pelo Deic, em Porto Alegre. Em Santa Cruz da Concórdia, o local onde um dos criminosos foi morto está isolado, aguardando o trabalho do Instituto Geral de Perícia (IGP).

Houve confusão e boatos na cidade

A movimentação provocada pelo desfecho do sequestro deixou moradores de Taquara e Parobé desconfiados com uma suposta rebelião e fuga no Presídio Estadual de Taquara nesta terça-feira. A notícia foi desmentida pela Brigada Militar, Polícia Civil e pela própria direção do presídio. Segundo a BM, que faz a ronda externa no local, tudo não passou de 'fake news'. A falsa notícia teria se espalhado nas redes sociais e grupos de WhatsApp no começo da noite e ganhou fôlego com a circulação do helicóptero utilizado pelo Deic para acabar com o sequestro.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.