Publicidade
Notícias | Região Cultura

Herta ganhará parque temático em Morro Reuter

Curto Arte Companhia de Teatro, de Dois Irmãos, foi a vencedora da licitação e ficará responsável pela área pelos próximos 25 anos

Última atualização: 11.09.2019 às 12:59

Foto por: Divulgação
Descrição da foto: Herta estará no Teatro Feevale em março

O roteiro cultural de Morro Reuter será beneficiado com a implantação da 'Aldeia da Herta'. O contrato de concessão da área, conhecida como “Escola do Mato Comprido”, será assinado na próxima quarta-feira (18), às 9h30, pela prefeitura de Morro Reuter e a Curto Arte Companhia de Teatro, que foi a vencedora da licitação. A Culto Arte, que é de Dois Irmãos, ficará responsável pela área que fica no quilômetro 5 da RS-873 pelos próximos 25 anos.

Nos primeiros cinco anos a empresa terá carência da taxa mensal de ocupação, mas recuperará a estrutura existente, composta por um prédio da antiga escola e um galpão. Também investirá na manutenção de toda a área, assim como na construção de diversas benfeitorias, sugeridas no projeto vencedor da licitação.  Entre as contrapartidas da Curto Arte, segundo seu diretor, Carlos Alberto Klein, está a implantação de uma escola de teatro e música, dentro da 'Aldeia da Herta', com aulas gratuitas para os estudantes do município, além da criação de um museu, resgatando a história local e da região.


Sobre o local

Foto por: Tânia Goulart/Prefeitura de Morro Reuter
Descrição da foto: ESCOLA DO MATO COMPRIDO: imóvel abandonado vai ser a ENTITY_quot_ENTITYcasaENTITY_quot_ENTITY da personagem Herta Klein

No terreno, doado pela família Collet e que tem área total de 11.865 metros quadrados, funcionou a Escola Marechal Costa e Silva, entre 1994 e 2004. Após a escola ser desativada, o local, também conhecido como 'Escola do Mato Comprido', abrigou atividades no contra turno escolar, até 2013. Desde então, tanto a área como o prédio de alvenaria e um galpão existentes estão em situação de abandono, deteriorados pelo tempo.

Para valorizar e reativar a área, sem investimentos de recursos próprios, a Prefeitura lançou a licitação. A prefeita Carla Chamorro acredita que, “dessa forma, não só o local terá sua manutenção e valorização, como o projeto ajudará a impulsionar o turismo local e o fomento da arte no município e na região, atraindo muitos turistas”.


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.