Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Levada por encapuzados

Preso suspeito de envolvimento em sequestro e morte de mulher em Taquara

Homem de 49 anos deve ser ouvido nesta quinta-feira na delegacia de Taquara
11/09/2019 22:58 12/09/2019 07:52

Foto por: Arquivo Pessoal
Descrição da foto: Paula Gislaine Pacheco

A vendedora ambulante de Taquara Paula Gislaine Martins Pacheco, 32 anos, não tinha antecedentes criminais ou modo de vida que pudesse motivar crimes. Mas foi sequestrada em casa por encapuzados, executada com um tiro na cabeça e jogada no Rio dos Sinos, em Parobé, com uma pedra de alicerce amarrada nas pernas. A prisão de um homem de 49 anos na terça-feira (10) pode ajudar a Polícia Civil a elucidar o caso.

A delegada de Taquara, Rosane de Oliveira, é cautelosa. "Pedimos a prisão temporária desse homem para fins de investigação. No momento não podemos afirmar que está envolvido, nem mencionar um eventual motivo que ele teria para esse crime bárbaro." O suspeito foi capturado no bairro Guarujá, em Parobé, pela equipe da delegada. "Ele estava em local incerto e acabamos o encontrando. Estamos reunindo elementos para ouvi-lo, talvez nesta quinta-feira (12). A temporária é de cinco dias, período em que permanece no xadrez da delegacia à disposição da investigação. Vai depender do que for apurado para decidir se peço a preventiva."

Complexo

Rosane prefere não informar detalhes que possam vincular o preso à morte de Paula. "Estamos lidando com crime complexo. Os homens entraram encapuzados na casa da vítima e foram direto à beira do rio para a execução e desova do corpo."

Corpo foi encontrado 7 dias depois

Paula foi arrebatada em casa, no bairro Medianeira, por volta das 21h30 de 20 de agosto, quando assistia televisão no sofá com a companheira e uma menina de 10 anos. Três encapuzados apontaram armas para as mulheres, agarraram Paula pelo braço, a levaram para um carro prata e fugiram. O corpo foi localizado no rio por pescadores, na localidade de Santa Cristina do Pinhal, em Parobé, na tarde de 27 de agosto.

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS