Publicidade
Acompanhe:
NH Hoje
Notícias | Rio Grande do Sul Trânsito

Com 22 radares móveis, PRF gaúcha ainda não recebeu ordem para desativar equipamentos

Presidente Jair Bolsonaro afirmou que equipamentos serão todos desativados no Brasil

Última atualização: 13.08.2019 às 12:34

Foto por: Divulgação/PRF
Descrição da foto: No Rio Grande do Sul, PRF tem 22 radares móveis em uso
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) afirma que ainda não recebeu ordem para desativar os 22 radares móveis em operação na BRs do Rio Grande do Sul. Nesta segunda-feira (12), durante evento de entrega da duplicação da BR-116, em Pelotas, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que os equipamentos de controle de velocidade seriam todos desativados no Brasil. Medida que passaria a valer já na próxima semana, entretanto, não falou se a ordem viria por um decreto ou se entregaria um projeto de lei. 

A assessoria de imprensa da PRF gaúcha afirmou que o tema é tratado em Brasília, com participação do presidente e do Ministério da Justiça e Segurança, não estando em discussão em âmbito local. Por isso, o órgão afirmou que não irá se manifestar sobre o assunto.

Radares religados

Foto por: Agência Brasil/divulgação
Descrição da foto: Em todo o País, serão 1,1 mil radares religados
Polêmico, o tema tem sido bandeira do governo de Jair Bolsonaro. Em abril, o presidente cancelou a renovação de oito mil radares fixos que operavam nas rodovias federais. No fim de julho, pouco mais de 1,1 mil equipamentos começaram a ser religados no País depois que a Justiça Federal intermediou uma acordo com Ministério da Infraestrutura, Dnit e Ministério Público Federal (MPF).

A medida foi necessária após uma ação popular, movida há cerca de três meses, contra a suspensão de instalação de radares. A instalação dos dispositivos faz parte da fase inicial do acordo e será realizada em até 60 dias a partir da homologação da sentença, ocorrida no dia 31 de julho. Aqui no Estado, 245 radares voltarão à ativa, sendo dois trechos da BR-116, em Picada Café, e outros dois em Guaíba.

 

Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.