Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Saúde

Programa de distribuição gratuita de medicamentos é aprovado na Assembleia Legislativa

Projeto prevê, também, a destinação final - de forma correta - dos remédios vencidos
11/09/2019 09:58 11/09/2019 10:18

Foto por: Agência Brasil
Descrição da foto: Medicamentos

Os deputados estaduais do Rio Grande do Sul aprovaram nesta terça-feira (11), durante sessão da Assembleia Legislativa, o projeto que institui o Programa Solidare - Farmácia Solidária. A proposta, aprovada por unanimidade, é de autoria da deputada Fran Somensi (do Republicanos) e funcionará como um serviço complementar às Farmácias Básicas dos Municípios. O objetivo do projeto é a conscientização, doação, reaproveitamento e distribuição gratuita de medicamentos válidos, além de prever a destinação final de forma correta dos remédios vencidos. 

Milhares de beneficiados na Serra

Na tribuna, a proponente explicou o projeto Solidare foi criado há quatro anos no município de Farroupilha, na Serra Gaúcha. Nesse período, segundo a deputada, cerca de 12 mil pessoas foram beneficiadas, o que evitou que duas toneladas de medicamentos vencidos fossem parar no meio ambiente.

Além disso, a iniciativa busca evitar a intoxicação medicamentosa e a automedicação, além de implantar o fluxograma de coleta, por meio de caixas coletoras lacradas e logística de
transporte. A iniciativa também busca planejar, desenvolver e implementar boas práticas de recebimento, armazenamento, dispensação e descarte de medicamentos; além de efetuar a triagem dos medicamentos doados ao Programa, observando o rígido controle de integridade física e prazo de validade.

Descarte em Novo Hamburgo

Em Novo Hamburgo, muitas pessoas não sabem como jogar fora, embora haja lei municipal vigente desde 2015, determinando que as farmácias aceitem o descarte de medicamentos vencidos ou em desuso, de forma adequada. Conforme a lei 2.868/2015, as farmácias e drogarias devem receber quaisquer medicamentos, de uso humano, vencidos para fins de descarte.

De sete estabelecimentos do Município, que foram contatados pela reportagem, apenas um afirmou não haver descarte. Em algumas redes, esse serviço é concentrado em uma unidade. Conforme a Prefeitura, por meio de contato com a assessoria de comunicação, "a orientação sempre foi de entregar nos pontos de coletas os quais estão inclusos todas as USFs e UBSs do Município, Farmácia Comunitária e as demais farmácias e drogarias". Além disso, a Farmácia Universitária da Universidade Feevale, no Câmpus 2, também faz o descarte destes produtos.

Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS