Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Esteja atento

No WhatsApp, golpe do FGTS usa consulta e saque como isca para vítimas

Mais de 130 mil brasileiros receberam, acessaram ou compartilharam o golpe em apenas 6 dias
06/08/2019 16:21 06/08/2019 16:32

O dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital, identificou um novo golpe que simula consulta ao FGTS e promete o saque do suposto benefício à população. O ataque já afetou mais de 130 mil pessoas que receberam, acessaram ou compartilharam o link malicioso em apenas seis dias. Por hora, são registrados, pelo menos, 2.083 novos acessos à fraude.

Para não cair neste e em outros truques maliciosos, esteja atento aos prazos e comunicações oficiais da Caixa Econômica Federal. Para quem é correntista, os saques iniciam no dia 13 de setembro, por meio de crédito automático. Já para quem não possui conta na Caixa, os saques iniciam no dia 18 de outubro.

Como funciona o golpe do FGTS?

Ao tocar no link do golpe disseminado pelo WhatsApp ou outros aplicativos de mensagens - e até mesmo por SMS -, o usuário é incentivado a responder uma breve pesquisa, que inclui perguntas como “Deseja sacar todo seu FGTS ou parcial?” e “Você sacou algum valor do FGTS nos últimos 3 meses?”. Independentemente das respostas, ele é encaminhado a uma nova página para compartilhar o link do ataque com mais 10 amigos do WhatsApp e liberar o suposto saque de sua conta.

Você tem direito ao saque!

“O objetivo desse golpe é induzir o usuário a conceder permissão para receber futuras notificações com outros golpes diretamente no celular, abrindo um canal direto de comunicação entre o cibercriminoso e a vítima. Além disso, ela é direcionada a páginas para realizar cadastros indevidos em serviços de SMS pago. A partir do momento em que este cadastro ocorre, sem perceber, a vítima passa a receber cobranças indevidas”, esclarece Emilio Simoni, Diretor do dfndr lab.

Para dar mais realismo ao ataque, os hackers criam comentários de falsos usuários afirmando que já sacaram seu benefício, como, por exemplo, “é verdade mesmo pessoal” e “vou na lotérica segunda-feira sacar o meu”.

é mesmo pessoal

Fique seguro

Para não cair em armadilhas na internet, como em golpe no WhatsApp, é importante que você desconfie de qualquer tipo de promessa exagerada que chega por mensagens. Para verificar se o link é verdadeiro, basta entrar em contato diretamente com a empresa ou órgão do governo envolvido. Além disso, é essencial manter um bom antivírus instalado no celular.

Mas se você caiu no golpe, fique calmo! Os especialista em segurança recomendam que você entre em contato com a sua operadora de celular para cancelar qualquer serviço de SMS pago que o hacker possa ter contratado; passe um antivírus no celular, para identificar possíveis malwares instalados; e por último, remova a permissão de notificações do Chrome, para que você não receba novas mensagens de golpe pelo telefone.

Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS