Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Rio de Janeiro

Araruama e Saquarema: Duas praias, ótima combinação

Vizinhas, Araruama e Saquarema têm como trunfos mar transparente e a presença constante de boas ondas
09/12/2018 09:13

Araruama virou coisa de cinema. A simpática cidade litorânea é cenário do filme "Benzinho", de Gustavo Pizzi, longa-metragem brasileiro que abriu a mostra mundial dramática do Festival de Sundance, nos EUA, em janeiro, e colheu elogios em outros eventos mundo afora. Em diversas cenas, a célebre lagoa, ao redor da qual Araruama cresceu, aparece com seu jeitinho de diversão para a família.

Mas quem realmente quer conhecer Araruama precisa visitar a Praia Seca. Parte da Restinga de Massambaba, que, com 12 quilômetros, estende-se de Saquarema a Arraial do Cabo, Praia Seca busca o título de "Cancún brasileira", como lembram placas espalhadas pelo caminho. Efeito do mar transparente e da areia branca. No verão, costuma ficar lotada, e é preciso chegar cedo para conseguir um bom lugar ao sol. (O Globo)


Ideal para praticar surfe

Na vizinha Saquarema, quem disputa um bom lugar são os surfistas. Tanto na Praia Grande quanto em Itaúna, chova ou faça sol, eles estão lá, curtindo ondas que estão entre as melhores do país. Nos anos 1970, Saquarema tinha uma vibe mais hippie. Hoje, porém, atrai públicos distintos: a garotada que curte esporte e badalação e os prancheiros mais antigos, que levam a família toda para a areia.

Para visitantes, há outro programa imperdível: visitar a Igreja Nossa Senhora de Nazareth, também conhecida como Igreja da Matriz. Erguida numa colina, no ponto de encontro da Praia Grande com a Praia de Itaúna, ela oferece uma vista fantástica do litoral. Sua história começa em 1630, quando pescadores teriam encontrado uma imagem da santa. A igreja, hoje tombada pelo patrimônio estadual, só ficou pronta em 1837. A imagem original está hoje numa capelinha, nos fundos da construção principal.

 

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS