Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Grécia

No começo da Europa

Atenas é um prato cheio para quem gosta de turismo histórico. Selecionamos algumas de suas principais atrações
02/06/2019 03:00 03/06/2019 18:25

Foto por: Eduardo Andrejew/Especial
Descrição da foto: Onipresente: colina da Acrópole pode ser vista de diferentes pontos de Atenas
Pelas ruas de Atenas é possível encontrar uma frase dedicada principalmente aos turistas - em geral, o texto está em inglês - que circulam por lá em qualquer época do ano, mesmo em baixa temporada: "Aqui começa a Europa". De fato, os gregos têm razões de sobra para usar esta sentença, que decididamente não é uma força de expressão. Não se trata de uma referência à proximidade geográfica dos países da Ásia e da África. O marco é, acima de tudo, cultural. A Grécia, além de ser considerada berço da democracia ocidental, deixou um imenso legado que até hoje repercute no mundo: conceitos de beleza, ética, arte, filosofia, culto ao esporte e por aí vai.

Por essa razão, quem visitar Atenas também vai encontrar o início da história da Europa. Os resquícios estão lá, em ruínas de monumentos, placas e estátuas em mámore, vasos de cerâmica e sítios arqueológicos. Para quem gosta de turismo histórico, trata-se de um dos destinos obrigatórios. Até hoje a história vem sendo resgatada por lá e as atrações não se limitam à imponente colina da Acrópole. Outra vantagem para quem gosta de explorar o tema é que a opção de conhecer a cidade em baixa temporada é super vantajosa, pois se evita o tumulto dos meses mais procurados. A seguir algumas dicas imperdíveis. 

Visita obrigatória para quem vai a Atenas, a Acrópole, construída no topo de uma colina rochosa abriga duas das mais famosas construções da Antiguidade: o Partenon e o Erecteion. Dedicada à deusa Atena, padroeira da cidade, foi construída em 450 a.C. por ordem do estadista Péricles. Outras construções circundam os dois edifícios mais famosos da Acrópole, que também oferece uma vista bonita da cidade. O entorno da colina já oferece atrações interessantes. Um pouco antes da entrada o sítio arqueológico, está o Monte Areópago. O local era destinado a reuniões de conselheiros. O local tem importância para a tradição cristã. Foi ali, por volta do ano 50 d.C. que o apóstolo Paulo proferiu o célebre discurso no Areópago. Quem já visitou o topo da Acrópole, pode descer pelo outro lado da colina, onde vai encontrar o Teatro de Dionísio e o Teatro de Herodes Ático. Há muito mais para conferir. E é por isso que fizemos uma seleção de imagens de lugares interessantes na cidade. 

  • O Estádio Panatenaico, em uso até hoje, foi erguido na antiguidade e recuperado no século 19
    Foto: Eduardo Andrejew/Especial
  • Ágora Romana foi construída por ordens do imperador Augusto entre 19 a.C. e 11. a.C.
    Foto: Eduardo Andrejew/Especial
  • Ágora de Atenas abrigava importantes edifícios públicos e templos, como o dedicado a Hefesto, que pode ser visto ao fundo
    Foto: Eduardo Andrejew/Especial
  • Colina Filopapo, ou Colina das Musas, abrigava a Pnyx, onde ocorriam as assembleias dos cidadãos atenienses
    Foto: Eduardo Andrejew/Especial
  • A Biblioteca de Adriano foi erguida já na época do domínio de Roma, em 132 d.C., por ordem do imperador Adriano
    Foto: Eduardo Andrejew/Especial
  • O Erecteion é uma das construções mais famosas da Acrópole de Atenas
    Foto: Eduardo Andrejew/Especial
  • Museu Arqueológico Nacional de Atenas guarda verdadeiras preciosidades do mundo antigo
    Foto: Eduardo Andrejew/Especial
  • Museu da Acrópole é dedicado à exposição e preservação das peças encontradas na famosa colina
    Foto: Eduardo/Especial
  • Templo de Zeus Olímpico, também chamado de Olimpeu, foi inicaido em 6 a.C. e concluído em 126 d.C.
    Foto: Eduardo Andrejew/Especial

Uma cidade pronta para os turistas

Vale também dizer que Atenas não está entre os destinos mais caros da Europa. Os preços, em geral são mais simpáticos e acessíveis para hospedagem, alimentação, transporte e pontos turísticos do que na Itália e na França, por exemplo.

Para quem tem medo de não conseguir se comunicar, vale lembrar que a cidade tem uma longa tradição turística e está muito bem preparada pa ra receber os visitantes. As placas de ruas e avisos estão no alfabeto grego e também no ocidental. Donos de restaurantes, vendedores das muitas lojinhas nos pontos mais visitados e taxistas dominam o inglês e alguns até conseguem falar em português, se voce disser que veio do Brasil. Apesar de ainda se recuperar da grave crise econômica, o lugar mantém sua beleza, especialmente nos pontos turísticos.

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS