Publicidade
Questão de Gênero

Megg – A margem que migra para o centro

Megg Rayara Gomes de Oliveira é uma travesti preta, natural da cidade de Cianorte, região noroeste do Paraná. É ativista no Movimento Social de Negras e Negros e no Movimento LGBT e Travestis e Transexuais no seu estado. Ela ainda discute em suas pesquisas acadêmicas as relações raciais, a Arte Africana e Afro-brasileira, além de questões relacionadas a gênero e diversidade sexual.

Megg possui licenciatura em Desenho (1994) e especialização em História da Arte (1996) pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Ela também tem especialização em História e Cultura Africana e Afrobrasileira (2007) pela Universidade Tuiuti do Paraná; mestrado (2012) e doutorado (2017) em Educação pela Universidade Federal do Paraná, onde atualmente leciona como professora adjunta.

Lançado em janeiro de 2019, o curta-metragem “Megg – A margem que migra para o centro”, com direção de Larissa Nepomuceno e Eduardo Sanches e produção da Beija Flor Filmes, narra como Megg Rayara derrubou barreiras para chegar onde chegou. Para ela, seu diploma é um marco importante de uma luta não só pessoal, mas, sim, coletiva. Pela primeira vez no Brasil, uma travesti negra conquista o título de Doutora.

Em 2017 ela publicou a sua tese de doutorado (que pode ser lida aqui) em forma de livro, com o título "O Diabo em forma de gente: (r)existências de gays afeminados, viados e bichas pretas na Educação". Essa mesma produção, em junho de 2018, foi indicada pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná para representar o referido programa ao prêmio CAPES de melhor tese de 2017.

Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.



Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.