Publicidade
Cotidiano Inventor daqui

As criações do seu Osmar vão do feijão ao mel

Morador de Novo Hamburgo criou máquina para debulhar feijões, planta vassoura e ainda cultiva mel

Por Matheus Beck
Publicado em: 08.04.2021 às 06:03 Última atualização: 08.04.2021 às 09:23

Seu Osmar lança as vagens e o rolo separa o feijão Foto: Inézio Machado/GES
Uma trajetória humilde, de muito trabalho na roça e colheitas ainda realizadas nos dias de hoje. O morador de Novo Hamburgo Osmar Trierweiler, 65 anos, relembra os períodos difíceis da infância e conta detalhes sobre algumas de suas criações, responsáveis pelo auxílio na colheita de feijão, limpeza de vassouras e cultivo de mel.

Seu Osmar possui fazenda em Linha Nova, próximo a Nova Petrópolis. Por lá, efetua plantios para seguir com os ensinamentos familiares.

Alguns dos processos, no entanto, são efetuados em solo hamburguense, no bairro Petrópolis. O principal e que dá mais orgulho ao Osmar, é o momento de debulhar as vagens para a extração do feijão.

Em outubro de 2001, quando plantou 250 quilos de feijão, pensou em como colheria e separaria os grãos, dessa vez, em alta quantia.

"Levava o dia inteiro antes. Agora faço em duas horas e meia e o feijão já sai limpinho, pronto pra venda", conta Osmar.

Mas chegar até o trabalho atual exigiu o desenvolvimento de ideias. O aposentado transformou um motor trifásico em monofásico e criou um rolo especial. Com apoio de um amigo de uma ferragem, inseriu pedaços de ferros lisos, como se fossem "espinhos" e criou uma outra opção com parafusos aplicados. O primeiro rolo, para a extração do feijão, já o segundo, para a limpeza das vassouras.

"Se alguém tiver interesse, o custo é em torno de R$ 3,5 mil", conta Osmar, que também utiliza uma máquina manual para finalizar o trabalho que era do trisavô e tem 230 anos.

Como contatar

Em novembro de 2020, foram 92 quilos de feijão. Em fevereiro, outros 61 quilos. Recém chegados para o processo final, pelo menos mais 50 quilos serão devidamente selecionados. Além dos feijões (10 reais o quilo), Osmar vende também mel (23 reais o pote). Para contatá-lo para a compra dos produtos ou interesse no maquinário, Osmar, auxiliado pelos netos, atende pelos telefones (51) 99546-1595 ou (51) 99797-8226.


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.