Publicidade
Cotidiano | ABC Pra Você | Motores Mercado

Hilux fica 41 cv mais potente e ganha o tão esperado pacote de assistência ao condutor

Picape líder de seu segmento ganha leves retoques visuais na linha 2021

Publicado em: 19.11.2020 às 06:00

Toyota Hilux 2021

Mais potente e segura. A Hilux 2021 ganha 41 cv e o tão esperado pacote de segurança ativa, o Toyota Safety Sense, que está disponível na SRX e é composto pelo sistemas de pré-colisão frontal (PCS), alerta de mudança de pista (LDA) e piloto automático adaptativo (ACC). Líder de seu segmento, a picape é produzida em Zárate, na Argentina, e exportada para 23 mercados da América Latina e Caribe, chegando às concessionárias do Brasil a partir de 26 de novembro. Os preços da versões flex começam em R$ 145,39 mil (SR 4x2 automática) e vão até R$ 169,79 mil (SRV 4x4 automática). Já as motorizações a diesel têm preço inicial de R$ 170,89 mil (cabine simples com câmbio manual), chegando a R$ 241,99 mil (SRX automática).

O modelo segue disponível nas mais diferentes configurações, desde a Chassi, de cabine simples até a topo de linha SRX, de cabine dupla, na motorização diesel, todas 4x4, enquanto a motorização flex segue contando com as versões SR 4x2, SRV 4x2 e SRV 4x4.

A Hilux passou por mudanças nos faróis dianteiros, grade e para-choques. A SRX se destaca com os novos faróis bi-LED e lanternas também em LED com novo grafismo.

Toyota Hilux 2021

Em relação à segurança, as versões Cabine Simples agora vêm com controle eletrônico de estabilidade (VSC), assistente de subida (HAC), controle eletrônico de tração (A-TRC) e luz de frenagem emergencial automática.

Todas as configurações cabine dupla recebem mais conectividade. A SRX, SRV e SR (diesel e flex) já tinham multimídia com tela de 8" sensível ao toque com GPS integrado, TV Digital (últimos dois itens somente disponíveis para SRX e SRV), rádio MP3, câmera de ré, entrada USB e bluetooth, passam a contar também com conexão para smartphones e tablets através do espelhamento Android Auto e Apple CarPlay.

Toyota Hilux 2021

A Standard Power Pack está equipada com display áudio com tela de 8" sensível ao toque com rádio com MP3, entrada USB, conexão bluetooth e também conexão para smartphones e tablets através do espelhamento. A SRX tem um sistema de áudio JBL premium com seis alto-falantes, dois tweeters e um subwoofer, trazendo ainda mais requinte ao modelo.

Cavalaria e também o torque ficaram maiores

A grande novidade é o aumento de 15% de potência do propulsor 2.8 16V diesel, que passa agora a gerar 204 cv. Além disso, o torque para os modelos dotados de transmissão automática de seis velocidades sequencial também cresceu 11%, gerando agora 50,9 kgfm a 2.800 rpm. As versões equipadas com câmbio manual de seis velocidades (Chassi, Cabine Simples e Standard Power Pack) mantêm o torque de 42,8 kgfm a 3.400 giros.
Esse novo patamar de desempenho foi possível com a incorporação de um turbo maior, no qual as pás estão 25% maiores.


Outra melhoria de desempenho foi a incorporação de uma válvula solenoide na direção, que contribui para um andar mais suave em baixa velocidade e que vai enrijecendo conforme vai aumentando. Os engenheiros da Toyota ainda aprimoraram a eficiência térmica e o nível de resfriamento do propulsor 2.8 com redução no atrito entre os materiais.

As transmissões para os modelos diesel são automática de seis velocidades sequencial para SRX, SRV e SR e manual de seis velocidades para as versões Standard Power Pack, Cabine Simples e Cabine Chassi.


As configurações flexfuel trazem o Dual VVT-i Flex 2.7 16V DOHC, especialmente projetado para o mercado brasileiro. As versões flex da picape média geram 163 cv de potência a 5.000 rpm, quando abastecidos com etanol, e 159 cv, também a 5.000 giros, com gasolina.
LSD garante tração

As configurações diesel SRX, SRV e SR e a versão SRV 4x4 flex apresentam diferencial de deslizamento limitado eletronicamente (LSD automático). Quando este sistema é ativado, o freio é aplicado à roda com a menor aderência – sem limitar o rendimento de potência do motor – transferindo a força de tração para a roda com a maior aderência.

Saiba como funcionam os sistemas

O pacote de segurança ativa Toyota Safety Sense (TSS), disponível para a SRX, conta com um radar de ondas milimétricas combinado com uma câmera monocular para detectar uma variedade de perigos e alertar o motorista.As tecnologias incluídas nesse pacote são:

Sistema de Pré-Colisão Frontal (PCS):

Usa a câmera e o radar de ondas milimétricas para detectar veículos que circulam nas ruas e estradas. Se o sistema detectar a possibilidade de uma colisão, alerta o motorista por meio de avisos sonoros e visuais e ativa a assistência de frenagem para evitar ou reduzir os danos causados por elas.

Sistema de Alerta de Mudança de Faixa com condução assistida (LDA):

Em determinadas circunstâncias, o LDA é projetado para detectar desvios de pista quando as linhas divisórias são visíveis. Ao ouvir e ver os alertas, e depois de verificar que é seguro fazê-lo, o veículo deve ser redirecionado para o centro da pista. Este sistema também inclui a funcionalidade de condução assistida. Quando é ativado e se detecta que está se desviando inadvertidamente, pode aplicar pequenos movimentos de correção no volante para ajudar a manter o veículo na pista. O sistema ainda ajuda na correção de rota aplicando os freios nas rodas do lado em que se deseja regressar para retomar a rota correta de condução.

Controle de Cruzeiro Adaptativo (ACC):

É um sistema semelhante ao "cruise control" que permite a condução a uma velocidade constante pré-determinada. O ACC usa o radar de ondas milimétricas montado na grade frontal e a câmera projetada a bordo para detectar veículos, calcular sua distância e ajustar a velocidade para ajudar a manter uma distância predeterminada de veículo para veículo.


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.