Publicidade
Cotidiano | ABC Pra Você | Motores Serviço

Sugestões para o engarrafamento que também são úteis durante o drive-thru

Odiado por alguns, amado por outros, o sistema start-stop proporciona maior conforto para o motorista na fila da vacinação contra a Covid-19

Por Adair Santos
Publicado em: 05.04.2021 às 06:00

Sistema start-stop


O sistema start-stop, que desliga e religa o motor para economizar combustível, foi desenvolvido para atuar em engarrafamentos e paradas rápidas, como em sinaleiras fechadas. Mas em tempos de pandemia, vem ganhando outra utilidade: mais conforto para os motoristas que precisam enfrentar as quase sempre longas filas de vacinação contra a Covid-19. Há diversos modelos no mercado que vêm de fábrica com essa tecnologia, proporcionando uma economia média de 10% a 15%.

Funciona assim: cada vez que é identificada uma parada momentânea, durante a qual o motorista permanece com pé no freio, o sistema desliga o motor. Assim que condutor tira o pé do freio, o propulsor é acionado automaticamente. Nos carros com câmbio manual, isso ocorre quando o motorista tira o pé do pedal da embreagem. Para aguentar essa verdadeira maratona, o conjunto composto por bateria, alternador e motor de partida é redimensionado para uma vida útil de 260 mil operações de liga e desliga, cinco vezes mais que um carro com o sistema tradicional.

Mas todo esse conforto tem um preço: na hora da reposição, a bateria de um SUV compacto custa cerca de R$ 1,2 mil, três vezes mais que uma convencional.

O sistema, porém, é bastante útil para paradas de até 3 minutos, tempo que varia de modelo para modelo. Acima disso, o carro vai religar o motor automaticamente. "E, nesse caso, o sistema não vai desligar mais o propulsor", explica o engenheiro mecânico e consultor técnico da Fiat, Ricardo Dilser. Em resumo: se a fila registra breves paradas, o start-stop será muito útil.

São analisados constantemente diversos parâmetros, como demanda de energia e carga da bateria. Por isso é que, muitas vezes, mantém o motor ligado, como quando a temperatura externa está mais alta e, o ar-condicionado, ligado no máximo. O bom é que a maioria dos carros conta com um botão pelo qual é possível desligar a função, caso o motorista queira assumir o controle da situação.

E antes de sair para a fila da vacinação, nunca é demais conferir como estão os níveis do líquido de arrefecimento do sistema de refrigeração e do óleo, evitando que o motor ferva durante o anda-e-para.

Sistema start-stop

Cinco curiosidades sobre a tecnologia:

Confira 5 curiosidades sobre o sistema:

1 - Poupa combustível e reduz emissões.
Com o start-stop, o principal ganho é a economia de combustível, principalmente para quem mora em cidades com o trânsito mais lento, com muito para-e-arranca. Também ajuda a reduzir as emissões de gases na atmosfera.

2 - Tem a opção de ser desligado.
Para a maioria dos modelos, há opção desligar o sistema por meio de um botão. Outros, porém, não tem essa opção. Automóveis com sistema start-stop têm bateria auxiliar. Já a bateria principal é maior e há gerenciamento eletrônico que alerta o condutor que a peça está com a carga baixa. Isso é importante porque significa que não haverá problemas ao tentar dar a partida.

3 - Torna o ambiente mais silencioso.
Sempre que o sistema desligar o motor, o ambiente será mais silencioso.

4 - É seguro.
Existem algumas regras básicas para que o sistema funcione. Antes de tudo, o veículo precisa estar parado e com a rotação do motor em marcha lenta. No caso dos automóveis com câmbio manual, o pedal da embreagem deve estar solto e nenhuma marcha engatada. Já para aqueles com transmissão automática, o freio deve estar pressionado. Além disso, as temperaturas ambiente e do motor deve estar dentro do normal e algumas outras condições determinadas por cada montadora devem ser obedecidas. Quando cumpridas essas regras, o propulsor se desliga automaticamente e fica no modo de espera. Após o comando do motorista, liga quando é pressionada a embreagem novamente (veículos manuais) ou solto o pedal do freio (automáticos).

5 - É inteligente.
Ao parar em uma ladeira, o start-stop não desliga o motor por motivo de segurança. Além disso, durante a parada do carro o sistema elétrico continua funcionando. Já em alguns modelos, só o ar-condicionado para de gelar e entra em modo de ventilação enquanto o carro está desligado. Já em outros, o ar segue ativado desde que a temperatura externa esteja acima de determinado grau.

Fonte: Baterias Moura

Dicas para quem não tem carro com start-stop

 

Veículo com câmbio automático: com o carro ligado, mantenha a manopla na posição D (Drive), como se estivesse em um congestionamento. Caso perceba que vai demorar mais de meia hora e necessita do ar-condicionado ligado, acione o freio de mão e mude para a posição P (Parking), de estacionamento. Foi o que fez o Zeno Silva, 66, integrante do Musical JM, de Parobé. "Aí pude descansar o pé esquerdo enquanto esperava pela minha dose", revela. Modelos mais novos contam com a função Auto Hold que, quando acionada, impede que o carro corra para a frente sem que o motorista precise ficar com o pé no pedal de freio.

Câmbio automático - Jozeno da Silva

Veículo com câmbio manual: a cada parada, mude para ponto morto e pise no freio ou acione o freio de estacionamento, caso precise do ar-condicionado ligado. Se a fila demora vários minutos para andar apenas um pouquinho e o clima está agradável, desligue o motor e depois ligue de novo. "Haverá desgaste dos componentes, mas não são 50 ou 60 partidas que vão comprometer o sistema", avalia o engenheiro Ricardo Disler. Mas atenção: não abuse da estratégia, principalmente se o carro já vem apresentando sinais de que está com problemas na bateria ou motor de arranque.


Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.