Publicidade
Bom Exemplo

Uma mesa grande e farta em prol da solidariedade

Por Susi Mello

Mesão da Solidariedade proposto pelo empresário Rafael Knewitz no bairro Pátria Nova Foto: Susi Mello/GES-Especial

Uma ação solidária tem ajudado quem mais precisa e chamado atenção de quem passa na Rua Bento Gonçalves, no bairro Pátria Nova. O "Mesão da Solidariedade", instalado há uma semana em frente ao prédio da Turma da Limpeza, empresa que oferece soluções em limpeza, foi a forma que proprietários do local encontraram para auxiliar ao próximo.

É em cima da de uma grande mesa, bem na porta da empresa, que estão expostas alimentos, roupas, calçados e até brinquedos dirigidos, prioritariamente, para quem vivem em situação de rua em Novo Hamburgo.

A faixa deixa clara a proposta, que é ser solidário e consciente sabendo sempre que há mais pessoas necessitando de algo assim como quem está diante do "mesão". A intenção dos responsáveis pela iniciativa, o empresário Rafael Knewitz e sua sua esposa Sabrina Soares Pereira, é deixar o mesão até agosto, culminando com final dos dias mais gelados.

"A ideia é atender ao pessoal de rua, é quem tem fome emergente, é o pensar no agora, de quem não tem o que fazer. Por isso, pega a farinha, a massa, fruta, bolacha. A proposta é atender o pessoal mais emergente para sanar a necessidade do momento", acrescenta Knewitz.

O casal entende que essa ação também é uma retribuição do que já conquistaram ao longo da vida. "Eu e minha esposa nunca passamos dificuldades, mas viemos de um patamar diferente que nos encontramos agora. Por isso, sentimos na obrigação de retribuir o que a vida nos deu", sublinha o empresário, que consegue atrair mais pessoas em doar para ajudar quem mais precisa.

Doações de todos

O empresário explica que ele e sua esposa já desenvolvem ação solidária com lares de crianças, angariando recursos, proporcionando festas de aniversário. Mas sentiram necessidade de atingir um público diferente desta vez.

Por isso, resolveram colocar a mesa em frente ao local de trabalho com alimentos adquiridos por eles mesmos. A ideia foi bem vista por quem passava no local, o que proporcionou aumento nos produtos disponíveis à doação. "Há quem passe no local e faz fotos, divulga e as doações chegam a todo momento", sublinha o empresário, ao lado da esposa.

Nova etapa poderá incluir distribuição pelas vilas

Uma alternativa, que está em estudos por Knewitz, vai além de dispor os itens na frente de sua empresa. A próxima etapa deve também distribuir as doações destes produtos em vilas de bairros de Novo Hamburgo.

Como a realidade do bairro Pátria Nova é de poucas pessoas em situação de rua, o empresário acredita que os produtos doados irão atender necessidades de pessoas carentes que reside em outros bairros do Município.

Ninguém fica cuidando, vale o bom senso

O "Mesão da Solidariedade", localizado na Rua Bento Gonçalves, 380, fica disponível para a coleta dos itens das 8 às 17 horas. Não há um atendente no local. Quem precisar, é só chegar e pegar o produto.

A única modificação da proposta inicial é que os produtos são repostos quando necessário. É que no último dia 17, quando a iniciativa começou a valer, câmeras flagraram algumas pessoas pegando tudo.

"A ideia não é essa. A ideia é pegar o que realmente precisa para o momento, pensando que outros também precisam", frisa o autor da iniciativa solidária.

A troca de produtos também é válida, reforça Knewitz. Entre os avisos estampados em frente ao mesão, a faixa deixa clara essa possibilidade. "Às vezes, alguém recebeu uma cesta básica e precisa trocar alguns alimentos por outros. Isso vale também", exemplifica.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.