Publicidade
Bom Exemplo

Vida mais positiva? Liga o som!

Sabe-se muito bem que há músicas capazes de nos causar diversas sensações, principalmente positivas. Aliás, quem nunca teve um momento importante da vida marcado por uma canção especial?
Muito além da célebre frase do escritor e poeta dinamarquês Hans Christian Andersen (1805-1875), “onde as palavras falham, a música fala”, a própria ciência identifica canções que conseguem amenizar os sintomas da ansiedade em até 65%. Ainda, a musicoterapia utiliza o som como ferramenta para promover a saúde o bem estar — e se engana quem acha que isso é algo novo.

Foto por: Divulgação
Descrição da foto: Vida mais positiva? Liga o som!

Pensando nisso, o blog do Bom Exemplo traz uma lista de músicas para tornar a sua vida mais positiva e ajudar a tornar os desafios do dia a dia menos complicados.


Coldplay –“Strawberry Swing”
Em um estudo realizado no Reino Unido, participantes foram expostos a enigmas difíceis e obrigados a resolvê-los o mais rápido possível. Estes quebra-cabeças induziram um certo nível de estresse, enquanto eram resolvidos, os participantes escutaram uma série de canções. Os pesquisadores mediram a atividade cerebral e os estados fisiológicos. A conclusão foi a de que as músicas proporcionaram uma redução de até 65% nos níveis dos sintomas da ansiedade e de 35% nas taxas fisiológicas a eles relacionadas. “Strawberry Swing”, do álbum Viva La Vida or Death and All His Friends, da banda britânica Coldplay, um sucesso pop, acabou no 5º lugar desta lista de canções. A letra que fala sobre um dia perfeito encaixa perfeitamente com a melodia calma e inspiradora.

Florence + The Machine –“Shake It Out”
Em um primeiro momento, “Shake It Out”, da banda Florence + the Machine, pode parecer triste, mas seu som edificante logo toma conta da melodia e das letras que expõem clichês distorcidos. Florence Welch, vocalista, conta que a escreveu quando sofria de uma ressaca, mas que a canção é sobre quando “você não se sente muito bem”, de uma maneira geral. “Ela tornou-se a cura definitiva para a ressaca e tornou-se algo maior. Como tentar se livrar de ‘fantasmas da ressaca’”, explicou Welch à revista NME. Esse sentimento fica evidente quando a música chega ao seu refrão, que a cantora classifica como um momento “catártico”, durante o show. Na letra, trechos marcantes como “É sempre escuro antes do amanhecer” e “É difícil dançar com um diabo nas costas/Então sacuda-o”.

Gilberto Gil –“Realce”
Um dos maiores sucessos da MPB, o disco Realce foi lançado em 1979, por Gilberto Gil, como parte da trilogia “Re” —composta por este e mais dois discos, Refavela e Refazenda. Inspirada no auge da música disco e no groove das melodias de seus principais grupos, como o Earth, Wind & Fire (com o qual Gil chegou a se apresentar, em um show no Rio de Janeiro), a faixa-título do álbum surgiu em uma época em que o cantor, compositor e ex-ministro da Cultura se introduzia à meditação. “Eu estava interessado em possíveis traduções da filosofia oriental para o idioma da canção”, explica. De uma extravagância positiva, a letra traz bons pensamentos sobre o amor, a força de cada um de nós, e do que é “o real teor de beleza”. Destaque para o trecho “Não desespere/Quando a vida fere, fere/E nenhum mágico interferirá/Se a vida fere/Como a sensação do brilho/De repente a gente brilhará.”

U2 –“Ordinary Love”
Composta especialmente para a trilha sonora do filme Mandela: Longo Caminho para a Liberdade e vencedora de um Globo de Ouro, “Ordinary Love” fala sobre a importância de deixar-se sentir o “amor comum”. Inspirado nas cartas de amor de Mandela a sua ex-esposa, Winnie, o vocalista Bono explica: “É um amor gigantesco, é claro. Esse tipo de amor extraordinário é o que muitas vezes são escritos sobre romances, filmes e músicas. Mas era, na verdade, o amor comum que os estava desfazendo — a incapacidade de ter qualquer tipo de vida doméstica. Foi isso que os desfez.” A letra traz uma grande lição: “Não podemos nos apaixonar mais/Se não pudermos sentir amor comum/E não podemos alcançar mais alto/Se não pudermos lidar com o amor comum.”

Stevie Wonder –“Isn’t She Lovely”
Um dos maiores clássicos da música mundial é uma verdadeira história de amor. Com uma simplicidade extremamente sincera e bela, a composição — e produção, execução e letra —de Stevie Wonder é sobre o nascimento de sua filha, Aisha. A deficiência visual de Stevie não foi um empecilho para que ele externasse seu sentimento. Muito pelo contrário, ele enxergou a filha com os olhos da alma, o que o fez capaz de dizer: “Ela não é linda?/Ela não é maravilhosa?/Ela não é preciosa?”

Vanguart –“Meu Sol”
Uma verdadeira canção de amor que, ao mesmo tempo, traz uma mensagem sobre como a vida é se entregar—tanto ao amor, quanto às possibilidades que ela dá —e não deixar-se abalar por dificuldades. Destaque para trechos como “Te dizendo ‘O Sol renasce amanhã’/A vida é tão mais vida de manhã”, que expõem essa ideia, e para a melodia leve do violão e violino inspirados no folk, uma das vertentes do grupo.

OneRepublic –“I Lived”
“I Lived”é uma grande poesia sobre superação e, claro, vida —como sugere o título. O vocalista Ryan Tedder a compôs para seu filho, Copeland Cruz, nascido em 2010. A letra traz uma série de desejos de Tedder, que com certeza acabam se estendendo e encorajando quem está passando por momentos de dificuldade. Com uma melodia que começa tímida e vai crescendo até chegar em um refrão energético, a canção diz “Espero que quando você der aquele salto/Não tema a queda/Espero que você se apaixone/E que doa tanto/É a única maneira de saber/Que deu tudo o que tinha/E espero que não sofra/Mas aceite a dor.” O grande ponto da música é, quando chegar o momento, poder dizer: “Eu fiz tudo/Eu juro que vivi.”

Lenine–“Paciência”
O nome já diz tudo sobre a música, uma das mais aclamadas de Lenine. Lançada em 1999 no disco Na Pressão, trata da nossa impotência em relação ao tempo e como, muitas vezes, podemos nos encontrar cercados pela cobiça. Mesmo assim, é importante manter a calma, a alma, porque “a vida não para”. É importante ter paciência, mesmo que tanta loucura nos faça ter que fingir tê-la.

Gostou da lista de músicas? Acha que falou alguma e quer fazer alguma sugestão? Mantenha-se em contato com a gente pelo e-mail bomexemplo@gruposinos.com.br


Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.