Publicidade
Botão de Assistente virtual
Cotidiano | Turismo Turismo

Trem dos Vales retoma emoção das ferrovias

Integrando-se a outros roteiros gaúchos sobre trilhos, passeio no Vale do Taquari é nova atração

Por Eduardo Amaral
Publicado em: 13.11.2021 às 03:00

Desde o primeiro fim de semana de novembro, os turistas do Vale do Taquari têm um novo atrativo, a viagem de trem entre as cidades de Guaporé e Muçum. O trajeto de 46 quilômetros conhecido como Trem dos Vales foi concebido durante 20 anos e virou realidade em dezembro de 2018. Em sua primeira edição foram realizadas apenas viagens para convidados e imprensa, mas em 2019 a atração ficou maior, e em dois finais de semana cinco mil pessoas participaram do passeio.

Movido a diesel, trem leva os turistas pelas paisagens da Rota do Trigo.
Movido a diesel, trem leva os turistas pelas paisagens da Rota do Trigo. Foto: divulgação

No ano de 2020, apesar da pandemia, o público e o número de passeios aumentaram, passando para quase oito mil pessoas em 12 passeios. Desta vez o trajeto feito foi entre Colinas e Roca Sales, pela Ferrovia Tronco.

Em 2021, no primeiro fim de semana de passeio, a viagem de trem entre as cidades de Guaporé e Muçum atraiu 2,4 mil turistas para a região. Foi o caso da jornalista hamburguense Adriane Costa, que não perdeu tempo e correu para garantir logo o ingresso e fazer o passeio junto com o marido.

Roteiro

Entusiastas de passeios nostálgicos, Adriana colocou o passeio pela Ferrovia do Trigo como um dos destinos de interesse para este ano . "Tinha visto no ano passado, mas quando soube já não havia quase mais ingressos disponíveis. Além disso, ainda estávamos com a pandemia sem maiores controles, ainda sem vacina, então separei o roteiro na minha lista de desejos e fiquei acompanhando as datas para 2021."

Conhecedora de passeios do tipo, Adriana considerou o passeio pelo Vale do Taquari o melhor que viveu até o momento. "Já tínhamos feito a Maria Fumaça de Bento Gonçalves, e o trem Curitiba-Morretes, no Paraná. O roteiro (no Vale do Taquari) em si é o mais bonito, cheio de atrativos. São 21 túneis e 17 viadutos, e três deles não têm nem proteção lateral, dá aquele medinho de se estar lá no alto e olhar direto da janela para o chão, muitos metros abaixo de nós. As paisagens são lindas, é bem interessante."

Aumento de Público

O trajeto de 46 quilômetros entre os municípios de Guaporé e Muçum é feito em cerca de duas horas e meia, passando por pontos do Vale do Taquari reconhecidos por suas belezas naturais e construídas, como o viaduto V-13, considerado o maior da América do Sul, com 143 metros de altura e 509 metros de extensão.

Localizado na cidade Vespasiano Corrêa, ele é apenas um dos viadutos que os turistas vão conhecer no trajeto que ainda passa por outras cidades. Novembro já será um mês de agendas lotadas, com passeios previstos para todos os finais de semana do mês.

Até o final de janeiro, a Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF) e a Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales, entidades que organizam a atração, esperam realizar mais de 30 viagens, atraindo até 20 mil turistas para a região.

Valores

Para fazer o passeio de trem e conhecer a região através de seus vales os turistas com mais de seis anos de idade precisam desembolsar R$ 139,00 por pessoa, mais R$ 12 para o transporte de volta, de Muçum a Guaporé ou vice-versa. Tem informações sobre os passeios, datas e imagens sobre o roteiro no site do Trem dos Vales em tremdosvales.com.br.

A tradição ferroviária regional

A região do Vale do Sinos e da Serra tem tradição na relação com trens. Junto à estação São Leopoldo do Trensurb, inclusive, tem o Museu do Trem, em estação histórica da região. A instituição completa 45 anos no dia 26 de novembro.

O museu acaba de reabrir as portas para visitação. Nestes últimos dias, inclusive, as locomotivas e vagões que estão no pátio da instituição receberam uma limpeza. Para comemorar o aniversário do Museu do Trem, uma programação completa está sendo preparada a partir do dia 22 de novembro e vai até o dia 29.

Na Serra, a Estação Campos de Canella reúne espaços de cultura e entretenimento, quiosques comerciais, lojas, área residencial e um centro de gastronomia com pubs, cervejaria e restaurantes para os mais variados gostos. Ela fica em uma estação ferroviária restaurada, também com valor histórico para a região.

Ainda na Serra, há outros passeios de trem. A Maria Fumaça Gramado oferece um passeio de 23 km que parte da Cidade de Gramado passando por Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa com duração de aproximadamente 1h30min. A linha entre Bento Gonçalves e Carlos Barbosa está em funcionamento como atração turística há vários anos.

TAGS: passeio trem
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.