Publicidade
Cotidiano | Viva a Música Viva a Música

Conheça a banda Folk and Box: músicos fabricam os seus próprios instrumentos

Lucas Konrath, 20 anos, Leandro Seibel, 39, e Denis Negrini, 41, começaram a se apresentar publicamente no final de 2018 em um pequeno brechó em Estância Velha

Por Susi Mello
Última atualização: 02.10.2019 às 08:26

Que tal curtir o trabalho de uma banda cujos instrumentos foram fabricados pelos próprios músicos? Essa é a proposta da Folk and Box, que está com a agenda movimentada neste mês, oportunizando ao público "saborear" grandes clássicos de Johnny Cash, Hank Williams, Muddy Waters, Eric Clapton e trilhas sonoras de filmes de western e da cultura pop que se encaixam na proposta da banda, que está prestes a completar um ano de estrada, já tendo se apresentado em pubs, feiras, eventos e empresas.


O trio de músicos Lucas Konrath, 20 anos, Leandro Seibel, 39, e Denis Negrini, 41, começou a se apresentar publicamente no final de 2018 em um pequeno brechó em Estância Velha. Logo chamaram atenção do público em função dos seus instrumentos artesanais e repertório que resgata o melhor do folk e country. No entanto, a história da banda começou em 2017, quando Lucas e Leandro decidiram se juntar para construir as primeiras cigar box guitar, inspirados nos americanos Justin Johnson e Shane Speal.

Interação

Konrath conta que a banda vem tendo uma ótima recepção das pessoas, pois sempre busca a interação, deixando a plateia à vontade para cantar, conversar, tirar fotos com os instrumentos e participar de dinâmicas. "Mesmo que o público da casa não esteja acostumado com o gênero musical, a recepção é sempre calorosa. Também percebemos ao longo dessa trajetória uma grande evolução técnica dos integrantes na execução das músicas, o que também resulta em mais locais interessados em contratar o show da Folk and Box", acrescenta o músico.

Os instrumentos

A ideia da construção dos instrumentos surgiu a partir de pesquisas na cultura norte-americana, na época da depressão econômica dos Estados Unidos, quando a matéria-prima era escassa e as condições financeiras não permitiam às pessoas comprar um instrumento musical. Então, usava-se o material que as pessoas encontrassem em casa, partindo de uma caixa de charuto para a caixa acústica até pedaços velhos de madeira, dobradiças, parafusos, arame, ralo de pia. Tudo é válido. "Nosso projeto parte dessa ideia, construir os próprios instrumentos e fazer música a partir deles. Usamos cigar box guitar ou bass, bumbo mala e diddley bow. Buscando a sonoridade simples e apreciada na época. Transitando entre o folk, blues e country", explica Lucas Konrath.

Eles estarão se apresentando na sexta-feira no Rock'n Roll Hamburgueria, em Sapiranga. No dia 10, tocam na Clandestina Craft Beer e, no dia seguinte, estarão no Quintal 772, ambos em Novo Hamburgo. Dia 12 fazem show no White Fly, em Gramado, e 13 vão a Feliz no evento de carros antigos. Dia 19, é no encontro de motoqueiros, em Campo Bom.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.