Publicidade
Entretenimento Amor não tem moldes

Exposição em Novo Hamburgo retrata diferentes modelos de família

Mostra fotográfica na Casa das Artes apresenta estilos não convencionais

Por Bruna Mattana
Última atualização: 17.09.2019 às 11:18

Foto por: Bruna Mattana/GES-Especial
Descrição da foto: Fotógrafa Priscilla Cezar com sua filha Melissa (centro), entre a família de Weroniki e Franciele, com os filhos João e Maria
O afeto precisa de um molde tradicional para existir? Esse foi o questionamento que levou a fotógrafa Priscilla Cezar, 31 anos, a criar o projeto "Entre o gênero e a ordem. O amor", que propõe uma reflexão, por meio de fotografias, a partir de retratos de mães e pais solteiros, casais homoafetivos, crianças criadas pelos avós, gerações que dividem o mesmo teto, heterossexuais ou homossexuais.

Priscilla, que atua na área desde 2008, há três anos utiliza a fotografia como forma de inclusão social. "Desde que minha filha Melissa nasceu, há pouco mais de 2 anos, muita coisa mudou na minha cabeça. Por isso, eu já estava fazendo projetos com crianças com deficiência, pessoas com autismo, e comecei a desenvolver esse, cuja proposta é mostrar famílias com diferentes tipos de estrutura", ressalta.

"A gente vive em uma pluralidade de gênero e opção sexual e é interessante mostrar para as pessoas que, mesmo que seja uma estrutura diferente de família, nesse lar existe amor e a criança é criada com afeto e carinho. Conheci essas famílias por indicações de amigos e clientes. Fui até suas casas, fiquei com elas em um turno, acompanhando seu dia a dia. Foi uma coisa bem natural, com registros da rotina deles, na hora do almoço, da janta, do banho das crianças", explica.

A exposição ficará até o dia 28 de setembro na Casa das Artes de Novo Hamburgo (Avenida Primeiro de Março, 59, Centro), com visitação aberta e gratuita de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas.

Sophia tem duas mães

Foto por: Priscilla Cezar/Divulgação
Descrição da foto: Graziela e Mariléia descontraídas com Sophia
A empresária Mariléia Baremaker, 41 anos, e a gerente de produção Graziela Lasta, 36, se conheceram há 10 anos. Após um tempo de relação rompida, voltaram a se falar quando Mariléia estava grávida de dois meses da Sophia. "Ela acabou deixando o namorado da época e começamos a namorar. A Sophia chama nós duas de mãe. Nossa alegria é ter ela registrada como nossa filha. O amor não tem DNA", diz Graziela. 

Avó e mãe de Larissa

Foto por: Priscilla Cezar
Descrição da foto: Isabel (direita) tem a guarda e cria a neta Larissa
A história da vendedora aposentada Isabel Cristina Gouveia Cholet, 59 anos, e da estudante Larissa Steffen, 8, começou antes mesmo do nascimento de Larissa. Avó e neta de sangue, mas mãe e filha de coração, as duas dividem o mesmo lar e tem uma relação de amor e amizade - repleta de conversas, passeios e carinho. Isabel assumiu a guarda da neta logo após seu nascimento, por motivos familiares. "Temos uma relação de mãe e filha."

Para gêmeos, duas mães

Foto por: Priscilla Cezar
Descrição da foto: Franciele alimentando Maria e Weroniki cuidando de João
A nutricionista Weroniki Veiga Biedrzycki e a auxiliar administrativa Franciele Leivas de Souza, ambas de 31 anos, estão juntas há cinco anos. Elas sempre carregaram consigo a vontade de ter um filho. Com a inseminação artificial realizada em setembro de 2016, o sonho se tornou realidade, em dose dupla. João Francisco e Maria Flor, hoje com 2 anos e cinco meses, são a alegria da casa.

As duas mães corujas de Catarina

Foto por: Priscilla Cezar/Divulgação
Descrição da foto: Catarina no banho com Luzielle e Débora
Um amigo em comum foi a ponte que ligou os caminhos das administradoras Luzielle Boscardin, 36, e Débora Adriana Mancia, 44. Juntas há oito anos, as duas são mães de Catarina, de 2 anos. A pequena nasceu em julho de 2017, após uma fertilização in vitro realizada em outubro de 2016, por Luzielle. Débora destaca que a relação familiar é maravilhosa. "Catarina sempre foi nosso sonho, ela é nosso maior presente, nossa vida, brincamos muito. É uma criança educada e feliz."

Talyson tem pai solteiro

Foto por: Priscilla Cezar/divulgação
Descrição da foto: Fabio e Talyson se divertem com quatro labradores
Solteiro convicto, o advogado Fábio Luís Schenkel, de 44 anos, não se intimidou na hora de assumir sozinho a criação do estudante Talyson Luís Schenkel, 13. "Em 2012, encaminhei habilitação para adoção e, em 2015, adotei o Talyson, na época com 8 anos e 11 meses. Quando fui ao abrigo para conhecê-lo, ele não sabia que eu iria. Cheguei lá com brinquedos para todas as crianças. No mesmo dia, um menino novo ingressou ao lar, e o Talyson pediu que eu desse um brinquedo para o menino novo, para que se sentisse acolhido. Naquele momento, eu vi o coração grandioso que ele tinha. Eu sabia que ele seria o meu filho", lembra. Na casa, pai e filho dividem espaço com quatro cães labradores e um gato.

 

Duas mães e um pai de João

Foto por: Priscilla Cezar/Divulgação
Descrição da foto: Paula dando banho em João, assistidos por Carolina
A desenvolvedora web Paula Alves Pinheiro da Silva, 32, e a iluminadora Carolina Silva Zimmer, 38, se conheceram há 17 anos, mas o namoro teve início em 2008. Em 2015, o relacionamento virou enlace conjugal e, há dois anos, as duas são mães do pequeno João Francisco. Como queriam uma concepção natural, o amigo Francisco de los Santos entrou na história. Ele, com 43 anos, queria ser pai novamente. "Nós queríamos um pai para o nosso filho, que fosse presente. Convidamos ele, que aceitou, e concebemos o João Francisco, que é uma criança amorosa, sempre sorridente. Na certidão consta duas mães e um pai, e isso é uma alegria para nós", ressalta Paula.


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.