Publicidade
Esportes | Grêmio Libertadores

Grêmio chega "mancando" ao Rio para o duelo decisivo contra o Flamengo

Tricolor sofreu a segunda derrota seguida no Brasileirão e aguarda para ter Luan, que sente dores no pé direito

Por André Heck
Última atualização: 20.10.2019 às 18:22

Delegação tricolor na chegada ao Rio de Janeiro neste domingo Foto: Márcio Neves/Grêmio
A chegada da delegação do Grêmio ao Rio de Janeiro, por volta das 5 horas da manhã deste domingo (20), foi melancólica. Além de ter sofrido a segunda derrota seguida no Brasileirão, para o Fortaleza, no sábado, Luan mancava bastante ao entrar no hotel que servirá de concentração para os jogadores gremistas. Nesta quarta-feira (23), às 21h30, o Tricolor encara o Flamengo, no Maracanã, pelo duelo de volta da semifinal da Copa Libertadores.

Como as equipes empataram por 1 a 1 na Arena, os cariocas têm a vantagem do empate por 0 a 0. Ao Grêmio, resta a vitória ou o empate por dois ou mais gols para avançar à final. Novo 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

"Quanto aos meus jogadores que não estão jogando, que estão entregues ao departamento médico, nenhuma informação. A gente não tem informação do outro lado também. Não tem nenhuma notícia", despistou o técnico Renato Portaluppi. As maiores dúvidas da equipe são Luan e Jean Pyerre. O primeiro segue com dores no tornozelo direito desde a derrota para o Bahia e não entrou em campo contra o Fortaleza. Já o segundo não atua há um mês em função de uma lesão muscular e está sem ritmo de jogo.

Tudo indica, portanto, que Luan deve ir para o "sacrifício" caso o treinador decida mandar a campo o time considerado o ideal. Também não se sabe se Luan não deu uma "mancadinha a mais" no Rio para disfarçar. Na saída de Porto Alegre para Fortaleza, ele não estava mancando, apesar da pancada sofrida na véspera. Dias antes de uma semifinal de Libertadores, vale tudo.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.