Publicidade
Esportes | Inter Brasileirão

Inter tropeça dentro de casa e perde para o Vasco em domingo de fim de tabus

Colorado sofreu primeira derrota no Beira-Rio neste Campeonato Brasileiro, enquanto os cariocas não venciam em Porto Alegre há 12 anos

Por André Heck
Última atualização: 20.10.2019 às 20:12

D'Alessandro teve boa atuação na partida contra o Vasco Foto: Ricardo Duarte/Inter
Ricardo Colbachini conheceu a sua primeira derrota como técnico interino do Inter justamente contra um adversário que não vencia no Beira-Rio há 12 anos. Depois de estrear com um 0 a 0 em casa diante do Santos e de bater o Avaí por 2 a 0 fora de casa, o substituto de Odair Hellmann caiu na armadilha do experiente Vanderlei Luxemburgo. A derrota por 1 a 0 para o Vasco, neste domingo (20), também foi a primeira do Inter atuando em casa nesta edição do Brasileirão.

Apesar do fim de dois "tabus" no mesmo jogo, os colorados não podem reclamar da falta de iniciativa da equipe. Durante toda a partida, o Inter buscou o gol, teve a iniciativa e maior posse de bola. Inclusive, chegou a balançar as redes no final do primeiro tempo com um golaço de D'Alessandro. O árbitro acabou anulando o gol após consulta ao VAR, que apontou falta de Víctor Cuesta em Henrique no início do lance. A marcação foi muito questionada pelos colorados.

Os visitantes acabaram marcando o seu gol no início do segundo tempo. Aos 7 minutos, Rossi, ex-Inter, bateu firme, Lomba defendeu e, no rebote, Marrony mandou para as redes: 1 a 0. A partir daí só deu Inter. Os colorados levaram perigo com chutes de Sarrafiore e Guerrero, e com um cabeceio de Cuesta.

O zagueiro Bruno Fuchs lamentou as chances desperdiçadas logo após o fim da partida. "A gente sabe que criou várias oportunidades, colocamos o Vasco para trás. Mas, estatística não ganha jogo. Faltou a bola entrar", comentou. Quem também falou sobre o jogo foi Sarrafiore. "É muito estranho que sempre anulam o gol contra nós. Mas vamos seguir trabalhando para ir em busca da vitória", disse. "Estou ganhando confiança, cada vez eu estou me sentindo melhor", comentou o argentino.

O JOGO

INTER

Marcelo Lomba; Heitor, Víctor Cuesta, Bruno Fuchs e Zeca (Wellington Silva); Bruno Silva, Edenilson e Patrick; Nico López (Sarrafiore), D'Alessandro e Paolo Guerrero. Técnico: Ricardo Colbachini.

VASCO

Fernando Miguel; Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Leandro Castan e Henrique; Bruno Gomes, Richard e Felipe Ferreira (Marcos Jr.); Rossi (Gabriel Pec), Ribamar (Guarín) e Marrony. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

DETALHES

Local - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Arbitragem - Vinicius Gonçalves Dias Araujo, auxiliado por Bruno Salgado Rizo e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.