Publicidade
Esportes | Novo Hamburgo Julgamento

Noia é absolvido em caso de suposto racismo contra goleiro do Inter

Em julgamento nesta terça-feira (10), dois dos três auditores do TJD-RS votaram por isentar o clube de qualquer punição

Publicada: 10.09.2019 às 20:42

Foto por: Adilson Germann/ECNH
Descrição da foto: Goleiro Carlos Miguel, do Inter B, teria sido alvo de racismo durante a partida da Copa Seu Verardi
O Novo Hamburgo foi absolvido das acusações de suposto racismo da torcida anilada, no caso envolvendo o goleiro do Inter B Carlos Miguel, na partida diante da equipe de Porto Alegre, realizada no dia 25 de agosto, no CT Morada dos Quero-Queros, em Alvorada. Em julgamento nesta terça-feira (10), dois dos três auditores do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) votaram por isentar o clube de qualquer punição, salientando que não foi possível comprovar atitude racista de torcedores na arquibancada. A defesa do Noia foi feita pelo vice-presidente jurídico Alexandre Barrili Busato e a advogada Kelly Aline Bruce. Ao atleta ainda cabe recurso da decisão. 

Dentro de campo, o Anilado se prepara para o início do segundo turno da Copa Seu Verardi. No domingo (15), o Noia recebe o Aimoré, às 15 horas, no Estádio do Vale. Na manhã desta terça-feira, o elenco foi a campo para o segundo trabalho da semana. As atividades aconteceram no gramado principal do Estádio do Vale. Atividades físicas e técnicas movimentaram o treinamento. Na sequência, já sob comando do técnico Gilmar Iser e do auxiliar Márcio Santos, o elenco realizou uma atividade técnica/tática.

O elenco volta aos trabalhos nesta quarta-feira (11), quando realiza atividades a partir das 15 horas, novamente no Estádio do Vale.


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.