Publicidade

Dirigentes e treinadores do Noia e Aimoré projetam disputas do Gauchão e Copa do Brasil

Confira a preparação da dupla do Vale para 2020 Reportagem: Gustavo Henemann

A temporada de 2020 já iniciou para Novo Hamburgo e Aimoré. Os dois clubes do Vale do Sinos começaram os trabalhos visando a disputa do Campeonato Gaúcho. Para o Noia, o calendário ainda reserva a participação na Copa do Brasil. Para projetar o próximo ano, a reportagem ouviu dirigentes e treinadores das duas equipes, que são as representantes da região na elite do futebol estadual. Confira ainda a situação dos elencos até o momento e uma retrospectiva de como foi o ano de 2019 para o Anilado e o Índio Capilé. 

.

 

Made withVisme

Anilado dividirá atenções entre Gauchão e Copa do Brasil

Além do Campeonato Gaúcho, o Novo Hamburgo disputará a Copa do Brasil pela quarta vez na sua história em 2020. A confirmação da vaga veio nesta semana com a classificação do Inter à pré-Libertadores, devido ao importante quinto lugar conquistado no Estadual passado. Com os cerca de R$ 525 mil que o Anilado receberá por apenas um jogo no torneio nacional, o clube poderá saldar dívidas e construir um bom elenco para o técnico Julinho Camargo entrar forte nas duas competições. Conforme o presidente anilado, Raul Hartmann, o clube fará uma reavaliação da proposta de trabalho. "Entendo que a Copa do Brasil pode ser o início das conquistas que o Noia precisa para ter um calendário no ano todo a nível nacional", pontuou Hartmann.

Alguns jogadores que farão parte do elenco do Noia para a disputa do Gauchão são conhecidos do torcedor, pois disputaram a Copa Seu Verardi no segundo semestre. No entanto, a maioria dos atletas que permaneceram para o Estadual são oriundos das categorias de base, casos do goleiro Arthur, do lateral-direito Lessa, do zagueiro Kesley, dos volantes Kaio e Dionathan, dos meias Guto e Rodrigo Cachopa e do atacante Nícolas, a exceção fica pelo experiente volante Danilo Goiano, que se recuperou recentemente de uma lesão na panturrilha. Um dos reforços apresentados na semana passada, o meia Mossoró também é uma peça que voltou para o Vale, após ter disputado o Gauchão 2019, e ter atuado o resto do ano no ABC (RN). Os outros três contratados e apresentados são novidades, casos do zagueiro Moisés, do meia Felipe Lima e do atacante Alison. Moisés e Felipe Lima disputaram a Série C do Brasileiro com o Sampaio Corrêa (MA) e Confiança (SE), respectivamente, duas equipes que ascenderam à Série B de 2020. Já Alison estava no Tubarão (SC) e já foi campeão da Série B com o Atlético (GO) em 2016.

Treinador anilado aguarda para ter o grupo completo

Julinho Camargo espera garantir o máximo de pontos no primeiro turno do Gauchão, apesar do curto espaço de preparação, pois terá o grupo completo só no dia 20 Foto: João Vitor Goularte/ECNH
O treinador Julinho Camargo iniciou o trabalho no Noia no dia 19 de novembro com as avaliações dos jovens da base, e na última segunda-feira deu início de forma oficial à pré-temporada mesmo não tendo o grupo completo. O técnico falou sobre as dificuldades que o Anilado terá para o começo do Estadual. "Nossas grandes dificuldade serão jogar três jogos fora e dois em casa no primeiro turno, e também pela falta de tempo que teremos para trabalhar a equipe principal", pontuou Julinho, que aguarda por mais sete a oito reforços.

Índio quer ir mais longe em 2020

Técnico PC de Oliveira dá sequência ao seu trabalho à frente da equipe leopoldense após a Copa Seu Verardi e quer mostrar evolução durante o Gauchão Foto: Matheus Beck/GES-Especial
Recém egresso da Divisão de Acesso, o Aimoré adentrou ao Estadual de 2019 como um dos frágeis do interior. O rótulo fora descartado pela direção Índia que, na primeira fase, conseguiu a classificação na sexta colocação, à frente, por exemplo, de Novo Hamburgo, Juventude, Pelotas e Brasil de Pelotas, afora os rebaixados Avenida e Veranópolis. Nesta temporada, afixado na elite, o Índio Capilé busca surpreender ainda mais. Pelo menos são estes os créditos ostentados pelo discurso dos dirigentes aimoresistas para o Gauchão 2020.

"Temos que estar entre os quatro melhores clubes do Rio Grande do Sul", afirmou o presidente Ronaldo Vieira, durante a apresentação oficial, na segunda-feira passada. Desde 11 de novembro, atletas com vínculo já treinavam no Cristo Rei. Seguindo o discurso, os contratados já sentiram o clima previsto pelo mandatário aimoresista. "Temos que entrar nesse grupo de elite. Esse tem que ser o nosso objetivo. Entrar numa competição pensando em entrar nela simplesmente é muito pouco. O sonho tem que ser mirarmos uma competição nacional, colocar o Aimoré para além de tudo que já construiu ao longo destes 83 anos", projetou o presidente.

Fique de olho

Dentre os atletas já apresentados, alguns são conhecidos dos torcedores, principalmente pela recente participação na Copa Seu Verardi. São 17 remanescentes. Falando no grupo, vale deixar algumas observações. A zaga do Gauchão 2019 teve Renato e Douglão. Na Copinha, foi Pablo e André. Com Wagner Freitas, será o mais concorrido dos setores. Na meia, Felipe Guedes veio do Tubarão, mas conhecido por boas temporadas no São José. O polêmico Wagner retorna depois de mais uma passagem pelo Caxias e também carrega grandes qualidades técnicas. No ataque, o maior destaque fica por conta de Matheus Rodrigues, centroavante que veio de empréstimo da Portuguesa para a Copinha e foi artilheiro com 11 gols.

PC quer encarar todos como se fossem a dupla Gre-Nal

Contratado para a Copa Seu Verardi, o técnico PC de Oliveira, vitorioso no futsal, está em seu segundo clube no futebol profissional. A aposta paulista da direção Índia teve grande primeira fase na Copinha, mas acabou eliminado nas quartas de final para o vice-campeão São José. Reconhecendo a força de Grêmio e Inter, PC propôs uma estratégia. "Se conseguirmos tratar todos os adversários como Grêmio e Inter, o nível de competição aumenta. Então vamos encarar cada adversário como se fosse a principal equipe do torneio", projetou.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Publicidade
Matérias especiais
Pelo ar
premium

Por esporte ou paixão, aeromodelismo ganha a cada dia mais adeptos

Região
Transferência de recursos
premium

Novo Hamburgo e São Leopoldo seriam beneficiados com extinção de municípios

Região
Colorido especial
premium

Com decoração caprichada, casa vira atração turística em Ivoti

Região
Sustentabilidade
premium

Projeto de minicisternas em escolas de Novo Hamburgo é finalista de prêmio da ONU

Novo Hamburgo