Publicidade
Notícias | Região Ano letivo

Campo Bom retoma aulas com ensino a distância

Cerca de 9,5 mil estudantes da rede municipal serão atendidos a partir desta segunda-feira

Última atualização: 10.05.2020 às 19:56

O ano letivo será retomado a partir desta segunda-feira (11) em Campo Bom, mas de forma diferente. Devido à pandemia de coronavírus, cerca de 9,5 mil estudantes da rede de ensino do município trocarão a sala de aula por suas casas, isso porque as tarefas serão passadas remotamente. No entanto, isso não quer dizer que os alunos ficarão sem a assistência dos seus professores, até porque a prefeitura capacitou 950 educadores para comandar as atividades que contarão como horas-aula. O plano foi feito para recuperar as aulas até 30 de dezembro com a retomada gradual do ensino. Com isso, não haverá recesso em julho. E quando as aulas presenciais voltarem, os sábados serão para recuperação. Todas as medidas foram aprovadas pelo Conselho Municipal de Educação.

CONTEÚDO ABERTO | Leia todos os conteúdos sobre coronavírus

Para os menores, da educação infantil, as tarefas estarão disponíveis no Facebook das escolas. Serão atividades lúdicas, voltadas à confecção de brinquedos e de jogos e realização de trabalhos que ajudam a desenvolver a escrita e a leitura. "A partir do 1º ano, as atividades serão focadas nos conteúdos curriculares, mas sempre considerando que as aulas não são presenciais. Tem de ser algo mais simples, menos complexo. É importante a gente se colocar no lugar do aluno e perceber o quanto isso tudo é novo para ele também", observa a secretaria de Educação e Cultura (Smec) Simone Schneider. Para os alunos do ensino fundamental, o material de aula será disponibilizado via Google Drive.

Para que as famílias que não tem acesso à internet não fossem prejudicadas, a Smec montou um cronograma para que esses estudantes ou seus responsáveis possam buscar as atividades impressas nas unidades de ensino. As escolas funcionarão das 7h30 às 18 horas e os dois telecentros, das 8 horas às 18h30, de segunda a sexta-feira, sem fechar ao meio-dia. O telecentro da Rua dos Andradas, número 67, no Centro, abrirá também aos sábados, das 9 horas ao meio-dia. A entrega das tarefas será escalonada para evitar aglomerações.

Como vai funcionar

- Professor cumprirá carga horária normal, dividindo em 50% presencial e 50% home office. Com apresentação de atestado médico, os profissionais considerados do grupo de risco trabalharão somente em casa.

- Será disponibilizado material de aula pela ferramenta Google Drive. Os pais poderão ajudar os filhos a acessar as atividades em casa. As respostas serão postadas na mesma ferramenta. O professor terá acesso, fará a correção e dará retorno ao aluno.

- Se o professor perceber que o aluno não compreendeu a atividade ou apresenta dificuldade de compreensão, será agendado horário com o aluno para encontro presencial na escola para esclarecer as dúvidas. Da mesma forma, o aluno pode solicitar esse encontro se estiver com dúvidas.

- Para aqueles alunos que não têm computador ou internet em casa, os laboratórios de informática da escola no bairro em que o aluno reside estarão à disposição. Para o uso, será necessário agendamento com a direção da escola. Se o aluno estuda em outro bairro, não precisará se deslocar até a sua escola. Ele poderá ir até a unidade mais próxima e utilizar o laboratório.

- Em último caso, não conseguindo ter acesso a computador de nenhuma forma, os pais de alunos até o 5º ano podem retirar a tarefa na escola e entregar depois de concluída a tarefa. A partir do 6º ano, a atividade pode ser retirada pelo próprio aluno.

- O registro da presença do aluno estará vinculado à devolução das atividades realizadas.


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.