Notícias | Eleições 2020 Ainda cabe recurso

Justiça autoriza candidatura de Márcio Lüders, vice de Fatima

Candidato do MDB sofreu questionamento da candidatura por parte da coligação Diga Sim (PT, PCdoB e PSOL)

Por João Victor Torres
Publicado em: 18.10.2020 às 14:16 Última atualização: 18.10.2020 às 17:12

Márcio Lüders Foto: Divulgação
A Justiça Eleitoral deferiu o registro de candidatura de Márcio Lüders (MDB), que concorre a vice na chapa liderada pela atual prefeita Fatima Daudt (PSDB). O emedebista sofreu questionamento por parte da coligação Diga Sim! (PT, PCdoB e PSOL) sobre eventual descumprimento de prazo para saída do conselho deliberativo da Comusa.

A sentença saiu às 13h13 deste domingo (18) e foi proferida pelo juiz Ricardo Carneiro Duarte autorizando Lüders a concorrer. Ainda cabe recurso à decisão da Justiça

“Analisamos as alegações da coligação encabeçada pelo PT e percebemos que não possuía embasamento jurídico. A jurisprudência do Tribunal Regional Eleitoral-RS e Tribunal Superior Eleitoral são no sentindo de que não cabe interpretação extensiva da Lei dos casos de inelegibilidade”, explica o advogado Deiwid Amaral, que atuou na defesa do emedebista.

Lüders foi diretor-geral da autarquia entre 2018 a abril deste ano. Após isso, em função da legislação eleitoral, deixou o cargo para disputar o pleito.

Entre a última sexta-feira e o domingo, três chapas majoritárias sofreram indeferimento de registro parcial ou total. O primeiro caso foi contra Juliano Souto (PRTB, que concorre a vice de Delegado Zucco (Republicanos), por conta de problemas com as certidões apresentadas à Justiça Eleitoral.

Já os partidos Pros e PTC tiveram os registros negados por eventuais irregularidades nas convenções, que, pelo entender do Judiciário, foram invalidadas. Por conta disso, os candidatos do PTC a prefeito e vice, Felipe Müller e Jeferson Alexandre, e do Pros, Pedroso e Carlos Lopes, tiveram os registros negados.


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.