Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Coronavírus

Sapiranga decreta estado de quarentena para prevenção ao contágio do novo coronavírus

Circulação de pessoas está proibida desde às 21 horas de quarta-feira enquanto durar o estado de calamidade

Por Susi Mello
Última atualização: 25.03.2020 às 15:59

Avenida João Corrêa, no Centro, às 12h30 de quarta-feira, em Sapiranga Foto: Prefeitura Sapiranga
Desde às 21 horas de quarta-feira (25) está proibida a circulação de cidadãos em Sapiranga, enquanto durar o estado de calamidade do município. A medida entrou em vigor a partir da assinatura da prefeita, Corinha Molling, na terça-feira à noite, ao decreto municipal 6885/2020, que determina novas medidas de prevenção ao contágio do novo coronavírus (Covid-19).

CONTEÚDO ABERTO | Leia todas as notícias sobre coronavírus

Sobre a quarentena, o executivo determina o distanciamento social aos cidadãos sapiranguenses, ficando permitido apenas o deslocamento para a realização de atividades estritamente necessárias e essenciais diárias. Desta forma, os munícipes devem ficar em suas residências, sem aglomerações e sem a realização de eventos internos que possam expor outras pessoas a risco de contágio.

A prefeita destaca que todos devem entendem que estão juntos nessa situação. "Algumas pessoas não estão levando à sério, não respeitando o pedido de ficar em casa. Ainda há pessoas que não estavam fazendo sua parte e em alguns locais havia aglomeração com pessoas jogando cartas e bebendo", exemplificou.

Além disso, Corinha salienta que o município está de acordo com as orientações do decreto do governo do Estado e com as idas do Ministério da Saúde. "As pessoas precisam se conscientizar sobre o vírus e cabe às autoridades tomarem atitudes. Agora é hora de fazer a sua parte por todos se você ama a vida que Deus lhe deu. Como diz os Três Mosqueteiros: Um por todos, todos por um", declarou a prefeita.

Ao comentar o discurso em rede nacional na terça-feira do presidente Jair Bolsonaro, Corinha destacou que não é hora do gestor estar levando de uma certa forma como se não estivesse acontecendo. "Esse vírus mata em poucas horas. Penso que o presidente está teimando ou está mal informado, mas não posso dizer que é mal informado. O nosso município está seguindo orientações do Ministério da Saúde. Não há como fechar os olhos. Estamos sob o teto do governo estadual e estamos fazendo a nossa parte. Agora é hora da calma, mas da coragem. Todas as pessoas devem ficar em casa por tempo indeterminado",
sublinha.



Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.