Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Pandemia

É de Gramado o primeiro caso da variante de Manaus do coronavírus no RS

Idoso de 88 anos morreu no Hospital São Miguel depois de contrair a linhagem P1

Por Letícia de Lima
Publicado em: 13.02.2021 às 15:39 Última atualização: 13.02.2021 às 19:45

O novo Boletim Genômico sobre as cepas de coronavírus no Rio Grande do Sul, finalizado nesta sexta-feira (12), registrou o primeiro caso da linhagem P1 no Estado. O caso foi notificado em um morador de 88 anos de Gramado, que apresentou os primeiros sintomas da doença no final de janeiro. A P1 é uma variante da Covid identificada em Manaus, que tem como característica maior capacidade de transmissão, ou seja, transmite mais rapidamente o vírus de uma pessoa para outra.

O Governo do Estado divulgou o alerta na sexta, informando que se tratava de um paciente da região da Serra, sem pontuar o município, mas a Secretaria de Saúde de Gramado confirmou se tratar de um gramadense. O idoso, que faleceu após contrair a variante do coronavírus de Manaus (P1), morreu na quarta-feira (10) após ficar internado no Hospital Arcanjo São Miguel, em Gramado.

O secretário de Saúde da cidade, Jeferson Moschen, informa que o rastreamento de pessoas que tiveram contato com o idoso iniciou ontem e permanece neste sábado (13). "Infelizmente a demora nos resultados prejudica esse trabalho, agora temos que correr atrás do prejuízo", lamenta o titular da pasta.

De acordo com o secretário, ainda não se sabe como o gramadense contraiu a nova mutação do vírus, já que por ora se trata de um caso isolado e, segundo informações colhidas até o momento, a vítima estava em isolamento antes da internação. "Estamos investigando se isso procede", pondera o secretário.

Gramado vive o pico da pandemia e, por isso, a Secretaria da Saúde tem reforçado ações de combate à Covid-19. São 270 casos ativos na cidade, um número recorde de acordo com os boletins epidemiológicos. "Estamos realizando sanitização em paradas de ônibus, postos de saúde e demais pontos de circulação de pessoas. Os monitores estão agindo de forma mais incisiva, pois percebemos que após o Natal Luz o público relaxou com o uso de máscaras. A chegada da vacina também tem trazido uma falsa sensação de segurança, então os cuidados precisam ser mantidos, independente desse caso da nova variante, o alerta está aí", orienta Moschen.

O Hospital Arcanjo São Miguel está com lotação de 100% dos leitos. Mas, segundo o secretário municipal, existe a expectativa de altas e transferências ainda neste sábado. "Temos pacientes de outras cidades aqui, então não são todos de Gramado. O surto registrado no lar de idosos de Canela também motivou esta lotação", conclui. 

P2 em estudo

A variante predominante no Rio Grande do Sul é a P2, ainda em estudos. “Não sabemos como irá evoluir o cenário a partir da interação das duas variantes no mesmo ambiente”, explica a diretora do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS), Cynthia Molina Bastos.


Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.