Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Gramado SAÚDE DOS ANIMAIS

Gramadozoo promove ações de conscientização no Outubro Rosa

Macacas-aranha que vivem no parque desde a inauguração, em setembro de 2008, ganharam um bolo de polenta rosa, com morangos, jabuticabas, beterraba e nozes

Publicado em: 22.10.2021 às 14:07 Última atualização: 22.10.2021 às 14:07

Em alusão ao Outubro Rosa, o Gramadozoo está promovendo ações de conscientização com os animais para alertar sobre a importância da prevenção. O programa de enriquecimento ambiental ganhou as cores da campanha alusiva ao câncer de mama e de colo do útero. Macacas-aranha que vivem no parque desde a inauguração, em setembro de 2008, ganharam um bolo de polenta rosa, com morangos, jabuticabas, beterraba e nozes. Já a fêmea de mão-pelada, passou por uma bateria de exames de saúde.

Gramadozoo com programação para Outubro Rosa
Gramadozoo com programação para Outubro Rosa Foto: Halder Ramos/Divulgação

Além de promover o bem-estar animal, as ações alertam para a necessidade do cuidado que as mulheres devem ter com a saúde. “O check-up é importante como forma de prevenção. Com o diagnóstico precoce, é mais fácil tratar eventuais patologias”, afirma o médico veterinário Thomas Stampe Poulton, responsável técnico do Gramadozoo.

Gramadozoo com programação para Outubro Rosa
Gramadozoo com programação para Outubro Rosa Foto: Halder Ramos/Divulgação
O especialista explica que a fêmea de mão-pelada passou por uma ultrassonografia abdominal. Sob o comando do veterinário Marcelo Cunha, o exame de imagem avaliou os sistemas reprodutivo, urinário e digestivo. “Não foi registrada alteração em nenhum dos órgãos. É um animal saudável. Os resultados são reflexo do manejo e da dieta balanceada que o animal recebe no zoo”, destaca Poulton.

Após os exames, a fêmea foi levada para um recinto especial ao lado de um macho da espécie. O animal foi trazido de um centro de triagem do Ibama do Rio de Janeiro em maio. Conforme a bióloga Tatiane Nunes, ela foi resgatada ainda filhote. “Provavelmente tenha ficado órfã. Em função dos cuidados necessários para que pudesse sobreviver, ficou mansa e acostumada ao convívio com humanos, não podendo ser reintroduzida na natureza. Agora, integra o plantel do zoo. Estamos realizando a aproximação com o macho para que possam reproduzir”, diz Tatiane.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.