Publicidade
Notícias | Novo Hamburgo Ensino

Escola municipal Pres. Affonso Penna vira exemplo mundial

Escola do bairro Vila Nova fará painel em evento mundial de educação

Por João Linden
Publicado em: 14.09.2021 às 03:00

Todas as escolas do planeta enfrentaram um enorme é inédito desafio desde o ano passado: educar durante a pandemia. Algumas falharam, outras tiveram sucesso, mas poucas delas foram tão bem-sucedidas ao ponto de virarem exemplo para o mundo. Esse é o caso da Escola Municipal Pres. Affonso Penna, do bairro Vila Nova, em Novo Hamburgo.

A diarista Marelici (D) acompanha a volta das filhas Valentina e Sofhia às aulas presenciais Foto: João Linden/GES-Especial

Em outubro, o colégio apresentará um painel na Semana Mundial de Educação, evento global que selecionou 100 escolas do globo com grandes feitos em 2020.

Essa é a primeira edição em que escolas públicas do Brasil são selecionadas. São cinco (e uma particular) e a Pres. Affonso Penna é única gaúcha. Orgulhosa, a diretora Michelle Bremm acredita que, dentre todas as ações dignas de reconhecimento, a mais destacada foi a adesão de todos os 277 alunos às aulas à distância. "Tivemos êxito de 100%", celebra.

Esforço

Para a marca vários desafios foram superados: da escolha da melhor plataforma para as aulas até uma campanha para arrecadar smartphones usados. "Muitas famílias não podiam comprar aparelhos e as doações foram essenciais para que ninguém deixasse de estudar", explica a coordenadora pedagógica Andressa dos Santos.

A diretora ainda destaca o empenho dos professores para encarar as eventuais adversidades. "Houve casos até de quem lecionou à noite. Tudo para não deixar ninguém de fora."

Todas essas práticas, porém, são apenas pequenas amostras de tudo o que foi feito para levar a Pres. Affonso Penna à Semana Mundial de Educação. Quem quiser conhecer todos os detalhes pode participar do evento, que tem inscrições gratuitas (confira ao lado).

Guilherme acompanhou de perto as aulas da filha Évelin Foto: João Linden/GES-Especial

 

Engajamento de toda a comunidade

A diretora também enfatiza o engajamento de pais e responsáveis para o sucesso que levou a escola ao reconhecimento internacional. Muitos fizeram sacrifícios para que as crianças pudessem estudar. Entre eles, um notório exemplo é o da diarista Marelici Bueno de Camargo, 45 anos, que foi aluna da Pres. Affonso Penna há mais de 30 anos. Ela tem duas filhas na escola: Valentina, 11 anos, e Sofhia, 6.

Para poder oferecer melhores condições de estudo para as meninas, ela dobrou o número de faxinas diárias. "Eu o Valdir (marido), que é pedreiro, deixamos de comprar coisas para nós para pagarmos o wi-fi", relata.

O objetivo da família é manter a Internet rápida em casa mesmo com o retorno das aulas presenciais. "Agora sou eu que também não quer ficar sem", admite.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.