Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Novo Hamburgo NOVO HAMBURGO

Centro Covid tem maior média diária de atendimentos desde o início da pandemia

Especialista associa aumento de atendimentos a contágio da variante Ômicron

Por Kassiane Michel
Publicado em: 13.01.2022 às 16:59 Última atualização: 13.01.2022 às 17:31

O ano começou com aumento na procura pelo Centro de Triagem da Covid-19, em Novo Hamburgo. Até quarta-feira (12), 1.305 casos suspeitos da doença foram atendidos pelos profissionais da saúde no local. Esse volume registrado nos 12 primeiros dias do ano já supera o número de atendimentos dos 30 dias do mês de dezembro de 2021 (1.102).

Na terça-feira (11), 166 pessoas procuraram o Centro Covid, esse é o maior número diário registrado até agora no centro, só se repetiu em 2 de março de 2021, mês com pico de atendimentos. Na época, foram 3.055 casos investigados. Apesar disso, na proporção, a média diária de 108 atendimentos nas primeiras semanas de 2022 já superam os 101 atendimentos/dia daquele mês.

Centro de Triagem Covid-19 de Novo Hamburgo
Centro de Triagem Covid-19 de Novo Hamburgo Foto: Débora Ertel/GES-Especial

Por outro lado, a procura no Centro Covid não reflete na ocupação de leitos hospitalares. Os dados divulgados pela Prefeitura mostram que as internações estão mais baixas neste mês. Em 10 de março de 2021, havia 153 pessoas internadas no Hospital Municipal, já no dia 30 do mesmo mês, havia 133 pessoas internadas com a doença.

Neste mês, 30 pessoas foram encaminhadas para internação no Hospital Municipal de Novo Hamburgo em janeiro. Na manhã desta quinta-feira (13), dos 20 paciente no setor Covid-19, 12 eram de internações clínicas.

Ômicron está por trás dos aumentos

O virologista e professor da Universidade Feevale, Fernando Spilki, relaciona o aumento dos casos de Covid-19 na região com a variante Ômicron. "A gente tem próximo de 50% de positividade há alguns dias. Temos feito análise também para caracterizar a variante e esse surto está completamente relacionado com Ômicron." Em dezembro, ele diz que a taxa de positividade estava em 10%. Spilki explica que esse é um comportamento esperado desde que o surto da variante começou na região. 

Na sexta-feira (7), a transmissão comunitária da variante Ômicron no Estado foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde. Até a data, o RS já teve 255 casos confirmados ou sugestivos para essa linhagem em 34 municípios.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.