Publicidade
Notícias | País Congelados

Governo federal suspendeu pagamento de parcelas de programas habitacionais financiado pelo FGTS

Poderão ser suspensas parcelas de financiamentos tomados por pessoas físicas com renda de até R$ 4 mil mensais dentro do Minha Casa, Minha Vida

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 08.09.2020 às 21:41 Última atualização: 08.09.2020 às 21:42

O governo federal suspendeu, por até seis meses, o pagamento de parcelas de crédito contratado por meio de programas habitacionais financiados pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A decisão foi aprovada pelo conselho curador do fundo em reunião nesta terça-feira, 8.

Poderão ser suspensas parcelas de financiamentos tomados por pessoas físicas com renda de até R$ 4 mil mensais dentro do Minha Casa, Minha Vida, em operações como carta de crédito individual, apoio à produção de habitações e carta de crédito associativo.

A suspensão foi solicitada pelos agentes financeiros e deve representar R$ 3 bilhões em pagamentos congelados no período.

"Não há perda para o FGTS, o pagamento será feito com a devida atualização", afirmou o secretário-executivo adjunto do Ministério do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira.

Os pagamentos das parcelas suspensas serão diluídos no restante do prazo dos contratos a partir de janeiro de 2021.

Em maio e junho, o FGTS já havia autorizado a suspensão de pagamentos de financiamentos nos setores de saneamento básico e mobilidade urbana.

.


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.