Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | País VIOLÊNCIA

Oito corpos são recolhidos por moradores após confronto em comunidade do Rio de Janeiro

Polícia Militar informou que instaurou um Inquérito Policial Militar para apurar a operação do Bope no Complexo do Salgueiro, realizada no domingo (21)

Por Marcio Dolzan/Estadão Conteúdo
Publicado em: 22.11.2021 às 20:28 Última atualização: 22.11.2021 às 20:31

Moradores do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, retiraram pelo menos oito corpos de uma área de mangue da região na manhã desta segunda-feira (22). No domingo, policiais do Bope realizaram uma operação no local um dia após o policial militar Leandro da Silva ter sido ferido. O sargento, porém, acabou morrendo no hospital.

A retirada dos corpos foi feita pelos próprios moradores. Bombeiros e policiais militares não foram vistos no local nas primeiras horas desta segunda. Os policiais civis, por sua vez, chegaram ao local apenas na metade da manhã.

Segundo a corporação, agentes da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG) estiveram no local realizando a perícia. As equipes também realizaram as primeiras diligências na região em busca de testemunhas e outras pistas para esclarecer a dinâmica das mortes.

De acordo com a PM, policiais militares foram atacados nas proximidades do manguezal no último domingo e houve intenso confronto. Por volta das 15 horas, uma equipe do Samu foi acionada para auxiliar um homem ferido na favela, e criminosos armados obrigaram que ele fosse retirado do local.

A retirada dos corpos na manhã desta segunda foi registrada pelo helicóptero da TV Globo. Ao Estadão, a Polícia Militar informou que "dará início a uma ação no local e permanecerá na região a fim de garantir o trabalho de perícia da Polícia Civil".

Investigação

A Polícia Militar informou que instaurou um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar a operação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) no Complexo do Salgueiro.

Além do IPM, o Ministério Público do Rio (MPRJ) informou que a 2ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Especializada do Núcleo Niterói e São Gonçalo também está acompanhando as diligências no local "e tomará as medidas cabíveis". O MPRJ afirmou que a operação do Bope "foi regularmente comunicada pela Polícia Militar ao MPRJ".

A Defensoria Pública, por sua vez, informou que iria ao Complexo do Salgueiro na tarde desta segunda e faria um pronunciamento apenas depois de conversar com moradores e acompanhar o trabalho da perícia.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.