Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | País SAÚDE

Primeiro caso de varíola dos macacos no Brasil é confirmado em São Paulo

Paciente é um homem de 41 anos, que mora na capital paulista e viajou para Portugal e para a Espanha

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 09.06.2022 às 17:25 Última atualização: 09.06.2022 às 17:41

O primeiro caso da varíola dos macacos no Brasil foi confirmado nesta quinta-feira (9), na cidade de São Paulo. O paciente é um homem de 41 anos, que mora na capital paulista e tem histórico de viagem para Portugal e Espanha. Ele está internado no Instituto de Infectologia Emílio Ribas e, segundo a secretaria estadual de Saúde, "em bom estado clínico".

Todos os contatos do paciente nas últimas semanas estão sendo monitorados pelas equipes de vigilância, segundo a pasta estadual. A confirmação de que o paciente estaria infectado pela varíola dos macacos foi feita pelo Instituto Adolfo Lutz, após realização de diagnóstico diferencial de detecção por RT-PCR do vírus Varicela Zoster (com resultado negativo) e análise metagenômica do material genético, quando então foi identificado o genoma do Monkeypox vírus.

Um segundo caso suspeito da doença, também no Estado, é acompanhado desde a semana passada pelo Centro de Vigilância Epidemiológico (CVE) estadual e pela Prefeitura de São Paulo. A paciente é uma mulher de 26 anos, que também mora na capital paulista. A Secretaria Municipal de Saúde afirmou que ela está internada em um hospital público, apresenta quadro clínico estável e não tem histórico de viagem recente nem de contato com casos suspeitos, a princípio.

Até a última quarta-feira (8), o Brasil acompanhava oito casos suspeitos da doença, nos Estados de São Paulo, Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Rondônia.

O primeiro caso europeu da varíola dos macacos foi confirmado em 7 de maio, em um indivíduo que retornou à Inglaterra da Nigéria, onde a doença é endêmica. Desde então, países como Estados Unidos, Canadá e Austrália confirmaram casos.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.