Exclusivo

Em março, Jornal NH já falou sobre a suspeita de a Unick praticar crimes financeiros

Série de reportagens resgatou a história da D9 Trader, pirâmide fechada em 2017 que deixou milhares de vítimas no Vale do Sinos, e revelou que um dos réus é o atual diretor de Marketing da Unick
23/09/2019 05:00 23/09/2019 16:32

Em 27 e 28 de março deste ano, o Jornal NH publicou matérias exclusivas sobre suspeitas de que a Unick praticava crimes financeiros. A reportagem resgatou a história da D9 Trader, pirâmide fechada em 2017 que deixou milhares de vítimas no Vale do Sinos, e revelou que um dos réus é o atual diretor de Marketing da Unick, Danter Navar da Silva, 23 anos. Espécie de garoto-propaganda da empresa, ele não quis se manifestar.

Leia as matérias publicadas em março 

Foto por: Polícia Civil
Descrição da foto: Em setembro do ano passado, foi carbonizado em um Audi A4
A reportagem mostrou que Danter seria aprendiz do sapiranguense Márcio Rodrigues dos Santos, 37, líder da D9 no Estado, que se definia como "piramideiro" e foi brutalmente assassinado na noite de 12 de setembro do ano passado em Balneário Camboriú, Santa Catarina. O corpo foi incendiado no porta-malas do carro dele, um Audi A4. O crime teria sido encomendado por investidores lesados pela pirâmide.

As matérias também revelaram profundas semelhanças entre a D9 e a Unick, como palestras motivacionais para atrair clientes, ostentação nas redes sociais, prêmios para líderes, como viagens, e o principal: venda de pacotes de aplicações com a promessa de rendimentos estratosféricos, irreais no mercado.

"As pirâmides se renovam", declarou o delegado de Sapiranga, Fernando Branco, que há dois anos indiciou 34 envolvidos com a D9.


Jornal NH