Publicidade
Notícias | Região Espírito Jovem

Experiência começa a ganhar o mundo digital na região

No avançar da vida, eles mostram que estão atentos aos movimentos do mundo

Por Alecs Dall'Olmo
Última atualização: 19.10.2019 às 06:59

Turma do Eu Cidadão Foto: Diego da Rosa/GES
Muitos quilômetros rodados na direção de um ônibus e se responsabilizando por muitas vidas. Depois, trabalho como taxista. Na lista de desafios: três cirurgias de ponte de safena. E muito bom humor. Esse é o sempre motorista Odalgir Nunes Monteiro, 72 anos. Agora o foco dele é pilotar o computador. Ele é um dos muitos alunos experientes de uma oficina digital dentro das ações do projeto Eu-Cidadão: Inclusão Digital e Cidadania, uma iniciativa do Centro de Cidadania e Ação Social da Unisinos. E a ideia é mobilizar esforços e recursos para a promoção da inclusão digital e o acesso às novas tecnologias da informação, as chamadas TIs. "Estou sempre recomeçando. Mais jovem era muito difícil. Ainda é. Mas sempre é tempo de saber, de descobrir."

Ensinamentos

A ideia é simples: entender um pouquinho como funciona e assim aplicar os ensinamentos em coisas do cotidiano, como o celular. "Quero entender como funciona, aproveitar. A gente tira um coisa de um lugar, coloca no outro. Depois não sabe para onde foi. E tudo aqui na minha frente", conta Odalgir. A ex-industriária Lídia Rodrigues Guadagnim, 67, e Maria Almeida, 76, que trabalhava na área de limpeza, também encaram o desafio com persistência e já estão fazendo a navegação na Internet render frutos. "Já consigo encontrar algumas coisas que quero. Achei uma receita no computador e fiz em casa. Trouxe para a turma toda provar", conta Lídia. "Comecei a fazer ginástica em um grupo e encontrei uma amiga que falou das aulas de informática. Fui atrás e consegui participar da turma. Muito bom. A gente não pode parar de aprender."

Para Maria, o fundamental é manter a calma. "Me aposentei, mas queria desenvolvimento, queria aprender e decidi que iria domar o computador." Aldair Assis de Moura, 72, que trabalhava como torneiro mecânico, considerar que o motor de tudo na cidade passa pelo desassossego. "A curiosidade me trouxe. O pessoal em casa se admira que estou na aula de informática. Tenho três filhos, quatro netos e curiosidade sobre o que eu não sei e quero saber."

Inscrições para o projeto de inclusão digital

Interessado em participar de aulas de informática depois dos 60 anos? A oportunidade existe por meio do Projeto Eu-Cidadão: inclusão digital e cidadania. As inscrições são realizadas por agendamento pelo (51) 3591-1122 - ramal 4129 ou pessoalmente na antiga sede da Unisinos, na Rua Brasil, 725, Centro, na sala 112, em São Leopoldo.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.