Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região Após assalto a supermercado

Assaltantes são presos com 180 pacotes de café em Campo Bom

Grupo é acusado de integrar quadrilha especializada neste tipo de crime; na fuga eles colidiram o carro contra um poste

Por Paulo Langaro
Publicado em: 27.10.2019 às 21:01

Carro com a quadrilha acabou batendo em um poste na fuga na Rua Willy Reichert Foto: Brigada Militar
Quatro homens foram presos no final da manhã deste domingo (27), em Campo Bom. Eles furtaram nove caixas de café (180 pacotes) de um supermercado na Avenida Brasil, no Centro. Após tentativa de fuga e o choque do veículo contra um poste, foram detidos pela Brigada Militar (BM). Três deles são de Viamão, com 27 anos de idade, e um é morador de Porto Alegre, com 25 anos. Todos foram autuados em flagrante por furto, na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), em Novo Hamburgo, e seriam levados para o sistema prisional. Os nomes não foram informados.

Perseguição

Por volta das 11h20, uma cliente do estabelecimento viu a quadrilha durante a ação e avisou a BM. Uma das patrulhas da BM cruzou com o Onix branco onde estavam os acusados. Iniciou uma perseguição até o carro dos assaltantes se chocar contra um poste na Rua Willy Reichert.

Dois foram pegos no local e outros dois foram alcançados cerca de 200 metros distante da colisão. Os quatro são acusados de integrar uma quadrilha especializada em furtos em supermercados.

Os quatro presos têm antecedentes criminais por furto e roubo em estabelecimentos comerciais da região metropolitana. Segundo a Brigada Militar, são ''especialistas'' nesse tipo de furto.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.