Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região Saúde

Mais de 6 mil pessoas faltaram a consultas e atendimentos agendados nas UBSs de Dois Irmãos

UBS do Centro foi a que registrou maior número de faltas nos agendamentos

Publicado em: 12.02.2020 às 21:18 Última atualização: 12.02.2020 às 21:18

6 mil pessoas faltaram a consultas ou atendimentos agendados em Dois Irmãos Foto: Divulgação / Prefeitura de Dois Irmãos
Em 2019, de acordo com levantamento da Administração Municipal, mais de 6 mil pessoas faltaram as consultas e atendimentos agendados nas oito Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Dois Irmãos. O levantamento contemplou as UBSs dos bairros São João, Bela Vista, São Miguel, Navegantes, Travessão, União, Primavera e Centro.

Na UBS do Centro, 1794 pessoas que não compareceram nos compromissos agendados e esta foi a unidade que mais registrou faltosos em 2019. O secretário Municipal de Saúde, Assistência Social e Meio Ambiente, Afonso Carlos Bastian, pediu conscientização por parte da comunidade. “As pessoas que usam o sistema tem que ter conscientização. Se não puder ir na consulta, deve avisar a unidade de saúde com antecedência para que outra pessoa possa ser chamada”, disse Afonso, ressaltando que uma falta na consulta gera prejuízo aos cofres públicos.

A coordenadora da Unidade Básica de Saúde do Centro, Kássia Reichert Hoch, explicou que a pessoa que falta a consulta tira o lugar de outro cidadão. “A orientação é que a pessoa entre em contato por telefone ou presencialmente com um dia de antecedência para que possamos avisar o próximo da fila”, disse.

A orientação da Secretaria Municipal de Saúde, Assistência Social e Meio Ambiente, é que as pessoas devem informar com antecedência, caso não possam comparecer, dando oportunidade para outra pessoa ser atendida. Mais informações podem ser obtidas presencialmente ou por telefone nas UBS do Município.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.