Publicidade
Notícias | Região Desamparados

Hospital Bom Jesus, de Taquara, fecha as portas após renúncia de administração

Segundo o prefeito de Taquara, Tito Livio Jaeger Filho, o Município, juntamente com o Estado, já vinha trabalhando em conjunto para encontrar uma solução

Por Débora Ertel
Última atualização: 10.03.2020 às 20:20

A Associação Beneficente Silvio Scopel (ABSS) não é mais responsável pela administração do Hospital Bom Jesus, de Taquara. Na noite de segunda-feira (9), o juiz federal Nórton Luís Benites expediu despacho aceitando a renúncia da entidade que estava à frente da casa de saúde desde 2017. Agora, conforme decisão do magistrado, o hospital está sob responsabilidade do governo do Estado e da prefeitura de Taquara.

Conforme uma funcionária, que prefere não se identificar, os poucos pacientes internados estão sendo transferidos para outros hospitais, como o de Parobé e Igrejinha, seguindo o plano de contingência do Estado. Já os cerca de 250 funcionários da associação, aguardam um posicionamento de como ficará a situação deles. Os profissionais estão com salários atrasados e ainda não receberam o pagamento de fevereiro. "Nem tem o que dizer sobre isso. É uma vergonha! Queremos um posicionamento da parte do Estado", diz a funcionária.

No despacho, a Justiça determinou que a ABSS deve apresentar até o dia 18 de março, além do relatório final de gestão e informações sobre todos os débitos com funcionários e prestadores de serviços, além de relatório patrimonial. Também, até o dia 18 de março, a prefeitura de Taquara terá que informar se o hospital fecha ou permanece de portas abertas. O magistrado ainda determina que dentro do mesmo prazo o governo do Estado e a prefeitura apresentem projeto viável de resolução da gestão do Hospital Bom Jesus. 

Segundo o prefeito de Taquara, Tito Livio Jaeger Filho, o Município, juntamente com o Estado, já vinha trabalhando em conjunto para encontrar uma solução. De acordo com o prefeito, as tratativas para isto já se encontram bem avançadas.

"Estaremos realizando os devidos encaminhamentos necessários, principalmente junto aos MPS Federal e Estadual e ao Poder Judiciário. Se tudo ocorrer conforme planejado, os serviços de nosso hospital serão normalizados ainda dentro da primeira quinzena de abril", informa o prefeito de Taquara.


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.