Publicidade
Notícias | Região Mais barato

Preço do litro da gasolina tem nova redução em Novo Hamburgo

Na manhã deste domingo é possível encontrar o combustível a R$ 3,95

Por Susi Mello
Última atualização: 29.03.2020 às 11:40

Posto Monumento, na Rótula do Pio XII, baixou quatro centavos de sexta-feira para domingo Postos de Novo Hamburgo baixaram ainda mais o valor do litro da gasolina. Na manhã deste domingo (29) é possível encontrá-lo a R$ 3,959, dois centavos a menos do que o valor mais baixo encontrado na sexta-feira (27) em um posto. No entanto, no comparativo com a maioria dos postos pesquisados pelo Jornal NH há dois dias, a diferença aumenta. Em alguns casos, a queda no valor na bomba hoje chega a ser de 20 centavos se comparar com sexta-feira.

Em 11 postos pesquisados pela reportagem do Jornal NH entre 8h40 e 9h30 de hoje, quatro anunciavam o preço de R$ 3,959. Os valores mais altos foram de R$ 4,080, nos postos Corveta, na Avenida Pedro Adams Filho, com a Rua Vicente da Fontoura, e o Ipiranga, da esquina das ruas Aluísio Azevedo com General Daltro Filho.


Baixo movimento

Mesmo com a queda, o movimento continua baixo nos postos. No Monumento, localizado na rótula do Pio XII, o frentista Douglas Amaral conta que, em três horas, atendeu entre 30 e 40 veículos. "Se estivesse tudo normal seria o dobro. Mesmo com preço baixo as pessoas não abastecem", informa o frentista do posto, onde a gasolina passou de R$ 3,999 de sexta para R$ 3,959 desde ontem (sábado).

No Posto Mundo Novo, na Rua Victor Hugo Kunz, que também vende a R$ 3,959, quatro centavos mais barato do que na sexta-feira, um frentista também comenta que o movimento caiu e há rodízio de frentistas. Ao invés de três, dois trabalham na pista de abastecimento.

Onde a reportagem pesquisou

Pesquisa de preços do combustível

Pesquisa realizada das 8h40 às 9h30 deste domingo (29), comparado ao de sexta-feira, entre 9h30 e 11 horas,com base nos valores do litro estampados nas placas
* Valor de sexta-feira pesquisado por volta das 15 horas.

Queda na venda de gasolina foi de 50 a 80%

A queda na venda de gasolina vai de 50% a 80% na região metropolitana e de 30 a 40% no diesel. A informação é do presidente do Sulpetro, sindicato que representa os postos de combustíveis do Rio Grande do Sul, João Carlos Dal'Aqua. "A gente está mantendo aberto e com essa dificuldade de venda. Não tem gente, não tem consumidor. O povo está em casa", sublinha.

Ele recomenda muita prudência e muito cálculo nesse momento.
"Cada um sabe como está a sua situação. O público sumiu, mas não sei até quando será assim, se vai ser um dia, uma semana, quinze dias. Cada um terá que ver as negociações que a fornecedora passará", destaca.

Ele reforça que a entidade não monitora valores e que cabe a cada posto decidir o preço da venda de seus produtos, com base nas compras realizadas junto à distribuidoras e na estrutura de custo de cada um.


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.