Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Distanciamento Controlado

Litoral cumprirá regras e projeta deixar bandeira vermelha em até 15 dias

Presidente da Amlinorte e prefeito de Imbé, Pierre Emerim, afirmou que municípios deverão seguir rigorosamente as normas do governo do Estado

Por Gustavo Henemann
Última atualização: 29.06.2020 às 19:51

Para evitar aglomerações, prefeitura fechou os acessos ao calçadão da avenida Beira Mar, em Imbé Foto: Leandro Luz/Prefeitura de Imbé
A região de Capão da Canoa teve confirmada a situação de bandeira vermelha do modelo de Distanciamento Controlado na tarde desta segunda-feira (29), após novo pronunciamento do governador do Estado, Eduardo Leite. E conforme o prefeito de Imbé e presidente da Associação dos Municípios do Litoral Norte (Amlinorte), Pierre Emerim, a região vai seguir as regras impostas pelo governo estadual e, inclusive, algumas cidades poderão ampliar as restrições para diminuir os números de casos do novo coronavírus.

CONTEÚDO ABERTO | Leia todas as notícias sobre coronavírus

A Amlinorte não pediu recurso para revisão do regramento para a região, até porque o sinal de alerta está ligado, principalmente porque os índices têm tido alta frequente. “Não pedimos porque não teria fundamento. Nós estamos concordando com o modelo, e fazendo o nosso dever de casa, que é cumprir rigorosamente as regras do Distanciamento Controlado. Acreditamos que num prazo de até 15 dias nossos números poderão nos recolocar numa condição mais favorável (para volta à bandeira laranja)”, afirmou.

Emerim comentou ainda sobre os protestos dos moradores do litoral norte, que criticam o aumento da população nas praias durante os finais de semana. Na sexta-feira (26), houve um ato na RS-030, próximo à Estrada do Mar. “Compreendo os moradores em protestar, mas não apoio nenhuma das manifestações. Os moradores estão fazendo isso em razão da transmissão do vírus e porque já tem suas atividades restritas. É um grito ao comportamento de quem vem ao litoral, para que cumpra as regras assim como nas suas cidades de origem. O turista é responsável por 80% da nossa economia, então precisamos ter diálogo para viver de forma harmoniosa”, ressaltou o prefeito de Imbé.

A Região 04 e 05, de Capão da Canoa, compreende 23 cidades, sendo elas: Arroio do Sal, Balneário Pinhal, Capão da Canoa, Capivari do Sul, Caraá, Cidreira, Dom Pedro de Alcântara, Imbé, Itati, Mampituba, Maquiné, Morrinhos do Sul, Mostardas, Osório, Palmares do Sul, Santo Antônio da Patrulha, Tavares, Terra de Areia, Torres, Tramandaí, Três Cachoeiras, Três Forquilhas e Xangri-lá.

Algumas cidades poderão adotar protocolos da bandeira laranja

Dentro da Região 04 e 05, algumas cidades que não possuem casos de coronavírus registrados nos últimos 7 dias poderão adotar protocolos da bandeira laranja, mesmo estando inseridas na bandeira vermelha. Entre os municípios que poderão realizar flexibilizações estão: Arroio do Sal, Balneário Pinhal, Capivari do Sul, Dom Pedro de Alcântara, Itati, Mampituba, Morrinhos do Sul, Mostardas, Palmares do Sul, Tavares, e Três Forquilhas.

Multas para quem não usar máscaras em Tramandaí e Imbé

Neste último fim de semana, a prefeitura de Tramandaí iniciou uma série de ações de segurança para conter a propagação do coronavírus na cidade. Durante os sábados, domingos e feriados ocorrerá o fechamento da faixa de areia, bem como o estacionamento oblíquo no trecho entra a foz do Rio Tramandaí e o monumento de Iemanjá. Também haverá restrição de uso das margens da Lagoa das Custódias, nas proximidades do Bairro Aldeia da Lagoa, bem como das respectivas trilhas existentes na região. Além disso, por decreto, o uso de máscaras é obrigatório, e quem que não estiver utilizando poderá ser abordado e pagar multa no valor de R$ 200. O mesmo valor de penalidade vale para aglomerações em espaços públicos.

Em Imbé, a regra é mais rigorosa. A partir de novo decreto, está prevista a aplicação de multa de R$ 300 para quem desrespeitar a recomendação de uso de máscara ou descumprir qualquer outra medida de enfrentamento ao novo coronavírus na cidade. A prefeitura ainda tomou como medida para evitar aglomerações, o fechamento dos acessos ao Guia Corrente e o calçadão da Avenida Beira Mar, no Centro.


Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.