Publicidade
Notícias | Região Região

Vale Germânico ganha reforço do Sebrae para planejar ações de turismo

Acordo de resultados é forte aliado para a construção efetiva das quatro rotas propostas pela região turística

Por Suélen Schaumloeffel
Última atualização: 07.07.2020 às 21:46

O cenário de incertezas diante da pandemia, não impede que os municípios integrantes da região turística Vale Germânico sigam planejando suas rotas e ações. Na tarde desta terça-feira (7), a presidente da Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars) e prefeita de Dois Irmãos, Tânia Terezinha da Silva, participou de uma reunião virtual com demais representantes do Vale Germânico, seus apoiadores e patrocinadores, para oficializar o Acordo de Resultado com o Sebrae.

A partir da parceria com a entidade, o Vale Germânico dá mais passos para a concretização do plano regional de turismo, lançado em fevereiro. O trabalho do Sebrae deverá seguir em duas linhas. A primeira delas segue o perfil de atendimentos aos municípios, estruturando e revisando os planos municipais de turismo e ativando ou reativando os conselhos de turismo. A segunda linha de planejamento vai atuar diretamente na ponta, “com os empresários, aqueles que efetivamente promovem o turismo e que vão fazer parte da estrutura das quatro rotas propostas”, explica o vice-coordenador, Deivid Schu.

O evento deu a largada para a construção de forma mais efetiva das rotas já definidas, entre elas, Caminho das Cervejarias Artesanais, Caminhos Rurais e Caminhos dos Sabores, além de um quarto produto ainda a ser definido. O Caminhos da Fé continua sobre atribuição de estruturação por parte dos gestores municipais.


O diretor regional do Sebrae, Marcos Copetti, destacou que até o início do próximo ano a intenção é que todo o cronograma do acordo esteja estruturado, bem como a concepção e a estruturação dos planos municipais de turismo das nove cidades do Vale Germânico. Segundo ele a cultura do pertencimento das empresas e da comunidade são ferramentas importantes para ajudar a construir e formatar os roteiros. Ele destaca que o trabalho voltado a estruturação das rotas do Vale Germânico será executado por grupo de consultores que são referência no Estado, tendo experiências inclusive com trabalho de turismo para a região da Serra Gaúcha. “O Vale Germânico não é mais ficção. É uma realidade. A indústria limpa do turismo é eficiente e relevante para a economia e a pauta recente da crise epidêmica nos aponta como realidade as ações inovadoras, tecnológicas e transformadora que o turismo pode oferecer”, destacou.

A presidente da Amvars Tânia Terezinha da Silva salientou no evento a necessidade da região em se reinventar. Segundo ela, mais importante que aguardar soluções é agir coletivamente para mudar. Ela que sempre defendeu aglutinação de forças fez um chamamento às prefeituras da região para que apostem no turismo como uma alternativa de desenvolvimento econômico, sendo uma importante solução agregadora de valores.


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.