Publicidade
Notícias | Região Golpe da pirâmide

Presidente da Unick desiste de defensor público e contrata novo advogado

Processo por fraudes financeiras já passa de 100 mil páginas na 7ª Vara Federal de Porto Alegre

Por Silvio Milani
Última atualização: 15.07.2020 às 18:54

Leidimar e Danter ficaram sem advogados, que renunciaram por motivos desconhecidos Após quase dois meses assistido pela Defensoria Pública da União, sob argumento de não ter dinheiro para pagar advogado, o presidente da Unick, Leidimar Bernardo Lopes, 39 anos, decidiu contratar serviço particular. Desde sexta-feira no caso, o criminalista de São Leopoldo Tomás Gonzaga diz que ainda não há como expor a tese de defesa.

"É muito cedo, pela fase embrionária do processo, que só teve uma audiência e está com várias diligências pendentes", declara Gonzaga. A ação, com 15 denunciados por golpe da pirâmide na ordem de R$ 28 bilhões, já passa de 100 mil páginas.


A juíza substituta da 7ª Vara Federal de Porto Alegre, Karine da Silva Cordeiro, havia designado defensor público para Leidimar em maio, conforme revelado pelo Jornal NH, porque os advogados dele tinham renunciado e o réu alegou estar sem condições financeiras para arcar com a defesa. Leidimar chegou a usufruir do serviço em petições judiciais.


Ameaças

O suposto chefe do esquema ganhou liberdade no início do abril e, segundo o advogado, não pode sair de Caxias do Sul, onde mora, por decisão judicial. Ele mantém a discrição em casa por causa de ameaças de morte nas redes sociais. Entre os milhares de investidores lesados, atraídos à Unick pela promessa de rendimentos de até 3% ao dia, estariam membros de facções criminosas. Leidimar, assim como os outros nove presos em outubro do ano passado pela Operação Lamanai da Polícia Federal, respondem em liberdade por fraudes financeiras.


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.