Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região Como superar a crise

Autoridades falam sobre o trabalho das prefeituras para a retomada econômica

Representantes dos Executivos de Novo Hamburgo e Sapiranga participaram, na manhã desta quinta-feira, do último encontro da série de painéis Negócios Locais, promovida pelo Grupo Sinos

Por Bianca Dilly
Publicado em: 30.07.2020 às 13:04 Última atualização: 30.07.2020 às 13:09

3º dia painel NEGÓCIOS LOCAIS Foto: Greice de Souza/ GES-Especial
Como as prefeituras podem contribuir para preservar a saúde, os empregos e os negócios foi o questionamento que buscou ser respondido no encontro realizado na manhã desta quinta-feira (30), e que encerrou a série de painéis Negócios Locais: os desafios para a retomada da economia, promovida pelo Grupo Sinos ao longo desta semana.

O programa foi dividido em dois blocos, iniciando com Novo Hamburgo, representado pela prefeita, Fatima Daudt, e pela secretária de Desenvolvimento Econômico, Paraskevi Bessa-Rodrigues, e fechando com a cidade de Sapiranga, contando com a participação da secretária da Fazenda, Simone Melo, e o coordenador da Atenção Primária, Leandro Batista Costa. Quem mediou o debate, com transmissão ao vivo, foi o jornalista João Carlos Ávila.

Novo Hamburgo

Para Fatima, as questões econômicas e de saúde estão estreitamente relacionadas. “Está tudo ligado com o vírus. Enquanto não houver vacina, vamos ter que nos preocupar com as duas coisas”, resume. A prefeita lembra que por mais que nem todas as medidas dependam apenas da administração municipal, a colaboração da população é essencial em qualquer momento. “Mesmo que a gente entre para a bandeira laranja, que não é uma decisão nossa, por exemplo, com a flexibilização as pessoas precisam ter consciência de que para continuarmos assim, o cuidado pessoal tem que ser ainda maior”, cita, chamando a comunidade para uma mobilização de civismo.

Além disso, por parte da Prefeitura, Paraskevi lembra que estão sendo realizadas ações visando a retomada da economia. “Nossa preocupação não vem de hoje. Faz parte de uma estratégia e no meio de tudo isso lançamos um dos nossos programas mais emblemáticos, que é o pacto pelo futuro”, comenta, sobre o projeto que busca apoiar pequenos empreendedores locais a superarem a crise. Outras oportunidades, como a chegada do Grupo Santander ao Município e o Centro de Inovação Tecnológica (CIT) foram lembradas por ambas.

Sapiranga

De acordo com Simone, a principal preocupação de Sapiranga em relação à economia é com a manutenção dos negócios. “Neste momento, estamos trabalhando para que as empresas mantenham suas portas abertas. Por isso, temos iniciativas como o auxílio em aluguéis, ajuda para quem não está conseguindo trabalhar, como os motoristas de vans e autônomos, e abrimos um programa de microcrédito”, lista.

Mas Costa lembra que só isso não será suficiente se não houver compreensão da comunidade. “A gente está percebendo que em alguns momentos a população não está levando tão a sério como deveria, fazendo aglomerações desnecessárias e usando a máscara incorretamente. São pequenas coisas que poderiam ser melhoradas e teríamos um resultado epidemiológico bom para todos”, ressalta. Nesse sentido, os dois reforçam a importância da ampla colaboração.

Série de painéis nesta semana

Os painéis iniciaram na última terça-feira, com o tema Economia consciente, capitalismo e novas formas de empreender e trabalhar e teve sequência com o encontro que abordou Como as entidades podem ajudar a fomentar os comércios locais. A iniciativa teve promoção da Rádio ABC 103.3 e do Jornal NH, com apoio de Sicredi Pioneira, ACI-NH/CB/EV, CDL de Novo Hamburgo, Acise de Esteio, CDL de Esteio e CDL de Estância Velha, Ivoti, Presidente Lucena, Lindolfo Collor e São José do Hortêncio.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.