Publicidade
Notícias | Região Água turva

Abertura barragem causa morte de peixes e interrompe abastecimento em Três Coroas

Rio Paranhana apresenta turbidez e preocupa moradores

Publicado em: 20.10.2020 às 12:18 Última atualização: 20.10.2020 às 12:32

Rio Paranhana nesta manhã de terça-feira Foto: Arquivo Pessoal
A abertura das comportas da Barragem das Laranjeiras, na manhã desta terça-feira (20), provoca transtornos em Três Coroas, segundo a prefeitura da cidade. Moradores flagraram a água turva e muitos peixes já mortos às margens do Rio Paranhana. Devido à turbidez da água na captação, a Corsan interrompeu o abastecimento em 23 bairros ou localidades de Três Coroas.

Assustado, o motorista Clóvis da Silva Costa gravou a situação do rio nesta manhã. "Olha a sujeira que está o rio. Tá descendo óleo e os peixes estão agonizando nas margens do rio. Isso é um absurdo." Outras imagens que circulam pelas redes sociais também citam substância que parece óleo, mais peixes mortos, além da água barrenta. Em dos vídeos, uma das testemunhas fala que encontrou mais de 100 peixes mortos em cerca de 50 metros.

De acordo com a prefeitura de Três Coroas, a administração não foi informada da abertura das comportas nesta terça-feira. "Este é um projeto do Governo do Estado, e devido à situação de risco que já havia sido constatada, técnicos encaminhados pelo Estado fizeram uma avaliação e decidiram soltar água da barragem."

Em Canela, municipío que divide com Três Coroas a barragem, a Prefeitura foi informada da ação desta terça-feira, mas não havia nenhum registro de prejuízo ou impacto na cidade.

A Barragem das Laranjeiras tem a casa de máquinas inativa há anos e é considerada um "elefante branco" pelas administrações de Canela e Três Coroas. De propriedade do Estado, a estrutura de 60 anos está atualmente sob gerência da Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT).

Em agosto, a barragem apresentou vazamentos e aumentou o risco de um possível rompimento. Como plano de ação para se evitar uma tragédia estava previsto o esvaziamento da barragem para fazer o conserto da comporta com problema. A situação virou alvo de um Inquérito Civil movido pelo Ministério Público de Canela.

Procurada a assessoria de imprensa da CEEE, afirmou que a Secretaria de Meio Ambiente e Infraestrutura se manifestará sobre assunto ao longo do dia.

Medidas preventivas após Brumadinho

Em 2019, a Secretaria de Meio Ambiente do Rio Grande do Sul apresentou um plano de ações, com medidas preventivas para garantir a segurança das barragens no Estado. O plano de trabalho foi elaborado após o rompimento de barragem em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O objetivo do plano é prevenir impactos ambientais e econômicos, além de melhorar a gestão das barragens no Rio Grande do Sul. Neste plano, a Barragem das Laranjeiras, em Canela, constava como prioridade de médio e longo prazo e faria parte do estudo de recuperação de barragens de propriedade do Estado, com forte demanda social.

Bairros com abastecimento interrompido em Três Coroas

:: Águas Brancas
:: Centro
:: Itapuã
:: Linha 28
:: Linha Café
:: Loteamento Eucaliptos
:: Loteamento Frida Sohne
:: Loteamento Industrial
:: Loteamento Lauffer
:: Loteamento Pinheirinhos
:: Loteamento Portal do Sol
:: Loteamento Raul
:: Loteamento Vitória
:: Moreira
:: Mundo Novo
:: Mundo Novo III
:: Porto Belo
:: Quilombo
:: Sander
:: Vale Real
:: Vila Mauá
:: Vila Nova 


Mais praticidade no seu dia a dia: clique aqui para receber gratuitamente notícias diretamente em seu e-mail!

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.