Publicidade
Notícias | Região Novembro azul

Conscientização para reverter avanço do câncer de próstata

Veja números da campanha e como prevenir a doença

Publicado em: 23.11.2020 às 03:00 Última atualização: 23.11.2020 às 08:15

O dia 17 de novembro é o Dia Mundial de Combate ao Câncer da Próstata. Por esse motivo, o mês de novembro é também conhecido como "Novembro Azul", destinado à conscientização mundial sobre esse tipo de câncer. A doença é a segunda maior causa de morte por câncer no Brasil, ficando atrás apenas do câncer de pulmão. Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) estimam que os números de diagnóstico desse tipo de câncer devem ultrapassar a casa de 65 mil neste ano no Brasil.

Segundo o Instituto Oncoguia, um a cada nove homens será diagnosticado com a doença durante a vida. Cerca de seis em cada 10 casos são diagnosticados em homens com mais de 65 anos, sendo raro acontecer antes dos 40 anos. Por isso, o diagnóstico precoce da doença é tão importante.

O Inca preconiza que a partir dos 45 anos os homens devem procurar fazer exames preventivos para detecção do câncer de próstata. O RS tem mais de 1,7 milhão de homens nesta faixa etária. O diagnóstico precoce e completo desta neoplasia é feito com o teste Antígeno Prostático Específico (PSA), com toque retal e biópsia. O acesso ao atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é a Unidade Básica de Saúde ou a Estratégia de Saúde da Família (ESF).

Como prevenir câncer prostata Foto: GES

65 mil casos de câncer de próstata devem ser diagnosticados este ano, diz o Inca

Especialistas apontam que a estatística indica que ao longo da vida um em cada 9 homens devem ser diagnosticados com câncer de próstata.

 


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.