Publicidade
Notícias | Região Região

Por meio de parceria público-privada, São Leopoldo elabora Plano Municipal de Turismo

O documento final aponta as ações que serão realizadas até 2024, com os eixos de atuação construídos em forma conjunta com representatividades da comunidade

Publicado em: 24.11.2020 às 09:13 Última atualização: 24.11.2020 às 09:15

O documento final aponta as ações que serão realizadas até 2024, com os eixos de atuação construídos em forma conjunta com representatividades da comunidade Foto: Divulgação
Ao longo da última semana, foram realizadas, em São Leopoldo, diversas oficinas para a elaboração do Plano Municipal de Turismo. Entre os dias 16 e 20 de novembro, o evento reuniu mais de 20 participantes, entre instituições históricas e culturais, estudantes de turismo, empresários das áreas de gastronomia, hotelaria, entre outros. De forma on-line, o encontro foi ministrado pela consultora Ivane Fávero.

Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento do turismo no Município, o plano apresenta estratégias e ações ligadas ao aumento e a estruturação da área em São Leopoldo. Construído através de uma parceria público-privada entre Prefeitura de São Leopoldo, Amvars/ Vale Germânico e o Sebrae tendo o apoio do Sicredi e Emater, o plano teve um investimento de mais de R$30.000,00, sem custos ao Município. O documento final aponta as ações que serão realizadas até 2024, com os eixos de atuação construídos em forma conjunta com representatividades da comunidade.

Para o prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, o plano cumpre um papel fundamental para a São Leopoldo, pois “busca não só o fortalecimento do turismo local, mas também em nível regional. É um setor que colabora com o desenvolvimento socioeconômico gerando emprego e renda, contribuindo para o meio ambiente e fortalecendo a identidade local”, conta o prefeito.

Segundo a diretora de Turismo de São Leopoldo, Lilia Motta, o Plano Municipal é fundamental para o desenvolvimento do turismo no Município e além disso, “o turismo é uma das mais promissoras atividades econômicas mundiais, capaz de gerar empregos, distribuir renda, captar divisas e proporcionar a melhoria da qualidade de vida das comunidades”, explica Lilia.

A presidente do Museu Histórico de São Leopoldo e diretora de Cultura e Turismo da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Tecnologia de São Leopoldo (Acist-SL), Ingrid Elisabet Marxen, ajudou a formular o plano participando das oficinas durante os cinco dias. “É de suma importância essa construção em conjunto, quanto mais completo for o grupo, melhor”, afirma. O documento do Plano Municipal de Turismo estará disponível para consultas para até o fim de dezembro.


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.