Publicidade
Notícias | Região Aniversário

Lindolfo Collor, a cidade dos tapetes, completa 29 anos

Produção de artefatos em couro é uma das principais fontes de renda do município

Por Bruna Mattana
Publicado em: 26.03.2021 às 03:00

Casas no estilo enxaimel, construção típica alemã, marcam a arquitetura da cidade Foto: Prefeitura de Lindolfo Collor/Divulgação
Hoje, Lindolfo Collor comemora 29 anos de emancipação. Ao emancipar-se, a comunidade de Picada Capivara, como era chamado o município, adotou o novo nome em homenagem ao ministro do Trabalho de Getúlio Vargas e responsável pela introdução das Leis Trabalhistas no Brasil nos anos 30, Lindolfo Collor. Os primeiros imigrantes europeus, a maioria vindos de onde hoje é a Alemanha, chegaram à região em 1827 para colonização.

O município está situado em uma região considerada berço da colonização alemã no Estado, por seus notórios vestígios arquitetônicos. Apesar de Lindolfo Collor ser o terceiro menor município em extensão territorial do Rio Grande do Sul, com uma área de aproximadamente 32 quilômetros quadrados, é considerado o maior produtor mundial de tapetes de couro.

Indústria

A indústria de produção de tapetes gera centenas de empregos diretos e indiretos, produzindo aproximadamente 4 mil couros por dia e exportado para vários países da Europa, Estados Unidos, China, entre outros.

A produção de tapetes e artefatos em couro tornou-se uma das principais fontes de renda de artesãos e empresários do município. Além de se destacar no setor coureiro calçadista, Lindolfo Collor é grande produtor de carvão, hortifrutigranjeiros e aves.

Igreja Luterana tem mais de 170 anos

Segundo Presser, assim que estavam bem estabelecidos, os imigrantes alemães começaram a construir as primeiras igrejas. A Igreja Evangélica Luterana, da Picada 48 Baixa, construída em 1850, é o mais antigo templo luterano, em uso, do Brasil. As primeiras casas eram do estilo enxaimel, construções feitas de barro, palha e bambu." A atividade cultural era o Kerb, no qual se comemora o aniversário desta igreja, há mais de 170 anos. "Em 1901, surge a Sociedade Atiradores, criada pelos alemães para festejos e reuniões comunitárias."


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.