Publicidade
Notícias | Região Monitoramento

Sem melhora nos índices, região de Novo Hamburgo recebe novo Aviso do Estado

Gabinete de Crise emitiu Alerta para Santa Cruz do Sul e com isso o RS soma 13 regiões na mesma situação

Publicado em: 02.06.2021 às 20:40

Em reunião nesta quarta-feira (2), o Gabinete de Crise acatou a recomendação do GT Saúde e emitiu um novo Alerta para a região Covid de Santa Cruz do Sul, além disso, diante da piora de alguns indicadores, o grupo decidiu reforçar o Alerta de sete regiões Covid.

Leia todas as notícias sobre coronavírus

O GT Saúde também emitiu um Aviso à região de Lajeado e reforçou os avisos para as regiões lideradas por Novo Hamburgo e Bagé, pois as duas regiões não apresentaram melhora na situação de contágio e internações na última semana. Desde a implantação do novo sistema, também foram emitidos Avisos para Capão da Canoa, Guaíba, Porto Alegre e Taquara. Com isso, das 21 regiões Covid, somente a de Canoas ainda não recebeu Aviso ou Alerta no Sistema 3As de Monitoramento.


Agravamento no Estado

A partir da notificação do Alerta, a região de Santa Cruz do Sul terá 48 hora para apresentar um plano de Ação. O Gabinete de Crise também decidiu manter os Alertas já enviados às regiões de Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Cruz Alta, Erechim, Ijuí, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria, Santa Rosa, Santo Ângelo e Uruguaiana.

A equipe técnica do governo chama especial atenção às regiões de Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Cruz Alta, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Santa Rosa e Santo Ângelo devido ao agravamento da pandemia em cada uma. Para elas, foi enviado um reforço de Alerta, elaborado pelo GT de Saúde, no qual consta a recomendação de que sejam adotadas medidas mais enérgicas de enfrentamento à pandemia. As demais regiões mantidas em Alerta (Erechim, Ijuí, Pelotas, Santa Maria e Uruguaiana) também receberam novos relatórios.

“Pedimos uma atenção especial para essas sete regiões. Em cinco delas, a taxa de ocupação de leitos de UTI ultrapassa 100% de lotação. Apenas Cruz Alta e Caxias do Sul têm leitos de UTI disponíveis. Importante que as macrorregiões Missioneira, Norte, Vales e Serra reforcem ainda mais os cuidados devido ao agravamento”, reforçou o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, que conduziu a reunião.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.