Publicidade
Notícias | Região Em investigação

Soldado é encontrado morto com tiro dentro do quartel de Sapucaia

Jovem de 19 anos havia incorporado ao 18º Batalhão de Infantaria Motorizado (18º BIMtz) em março deste ano

Por Renata Strapazzon
Publicado em: 08.06.2021 às 13:33 Última atualização: 09.06.2021 às 09:13

Um inquérito policial militar foi instaurado para apurar a morte de um soldado de 19 anos, registrada nas dependências do 18º Batalhão de Infantaria Motorizado (18º BIMtz), em Sapucaia do Sul. O corpo de Bruno da Silveira Fermiano da Silva foi encontrado por volta das 8h40 de segunda-feira (7) dentro de uma guarita, que era posto de guarda do jovem. Ele apresentava marca de um disparo de fuzil na cabeça. 

Segundo a seção de Comunicação Social do batalhão, o inquérito buscará esclarecer e elucidar o caso, sobretudo se o disparo foi intencional ou acidental. O soldado havia incorporado ao 18º BIMtz em março deste ano. 

Em nota, o 18º BIMtz lamentou o fato e informou estar prestando todo o apoio psicológico, espiritual e administrativo aos familiares do militar falecido. O texto informa, ainda, que Silva estava em seu posto de guarda, quando demais militares em serviço escutaram o disparo e foram até o local. Ao encontrarem o soldado ferido, os colegas, de imediato teriam acionado o serviço de saúde do quartel. Ele no entanto, não resistiu ao ferimento, morrendo no local. 

O corpo de Silva foi sepultado na manhã desta terça-feira (8) no Cemitério Dois de Novembro, em Esteio. A cerimônia de despedida do soldado contou com guarda fúnebre e salva de tiros. Ela foi acompanhada pelo comandante do 18º BIMtz, o tenente-coronel Gláucio Francisco Pereira Costa. Em suas redes sociais, o jovem soldado demonstrava estar orgulhoso em fazer parte do Exército Brasileiro, postando, inclusive, fotos fardado. "Ainda sigo sem acreditar em tudo o que aconteceu. Ele estava muito feliz e realizado. Perdemos um grande amigo e um excelente ser humano", comenta um amigo, que pede para não ser identificado.   

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.