Publicidade
Notícias | Região Seminário São José

Restauração em prédio histórico prevista para começar neste ano

Reforma do telhado em imóvel tombado de 120 anos em Pareci Novo já tem R$ 900 mil assegurados

Por Susi Mello
Publicado em: 02.08.2021 às 07:00 Última atualização: 02.08.2021 às 10:25

Aos 120 anos, o prédio que durante anos abrigou o Seminário Jesuíta São José, em Pareci Novo, deverá passar por reforma até o final de 2021. A previsão é que a obra de restauração do telhado, com recursos do governo federal e contrapartida municipal, seja licitada ainda em agosto e a execução ficará sob a supervisão da Caixa Econômica Federal e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphae).

Os recursos disponíveis são de aproximadamente de R$ 900 mil, dos quais R$ 889,846.74 do governo federal e pouco mais de R$ 10 mil da prefeitura. A estimativa é que em outubro as obras se iniciem.

Seminário São José é utilizado com frequência para produções artísticas variadas Foto: Divulgação

Enquanto a obra do telhado não sai do papel, o prédio continua sendo palco cultural, com gravações de apresentações que envolvem dança, música e teatro. A ideia, inclusive, é ampliar as reformas para possibilitar mais atividades culturais no espaço. Depois de restaurado totalmente o prédio, a prefeitura pretende implantar um centro de cultura, abrigando museu, biblioteca, sala de vídeo, sala de teatro, sala de fotografias, etc.

"A administração municipal está empenhada na busca de recursos para restauração do prédio principal do complexo e todas essas produções culturais no local servem para demonstrar a importância de preservar o conjunto que é de grande beleza histórico-cultural", declara o secretário Luís Ricardo Cappra, titular da secretaria de Cultura, Desporto e Turismo.

Com a pandemia, explica o secretário, os setores turístico e cultural foram os que mais sofreram. Entretanto, para manter o setor cultural ativo, mesmo com poucos recursos, o município incentivou diversas produções artísticas, sendo a maioria delas realizada no complexo do Seminário São José, com todos os cuidados de proteção sanitária e isolamento que exigem esses tempos de pandemia.

Palco cultural

Em janeiro deste ano, a Companhia de Teatro Renascença, de Montenegro, gravou o vídeo teatro "As Cartas dos 12 Judas", que será exibido nas mídias sociais da companhia. Em maio, o complexo serviu de cenário para o curta-metragem intitulado "Em Nome do Pai", produção gaúcha que conta no elenco com atores renomados como Werner Schünemann.

Cenário de videoclipe de terror

O Grupo Expressão Urbana, de Campo Bom, gravou nas dependências do complexo o videoclipe de dança "Casa dos Horrores", dirigido pelo professor de dança Rafael Reis. "Eu procurava um local que se assemelhasse ao o que eu imaginei quando criei a história da coreografia", comenta Reis.

Em resumo, a coreografia, gravada no seminário em julho, faz referência aos personagens mais temidos e icônicos do universo do terror, unindo alguns deles para conviver num ambiente sinistro.

Prédio de 120 anos abrigou jesuítas

O prédio foi construído em 1901. As instalações do seminário abrigavam os estudantes e padres jesuítas, que produziam no local quase tudo o que precisavam. Aquilo que não tinham, trocavam com a comunidade.

O prédio foi tombado em 2013 pelo Patrimônio Histórico e Cultural do Estado do Rio Grande do Sul e pelo município. O tombamento pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphae) está registrado na portaria 007/2013, publicada no Diário Oficial do Estado em 17 de janeiro do mesmo ano.

Além do prédio da escola que pertence à prefeitura, o Iphae incluiu no tombamento as outras estruturas que compõem o complexo do seminário. São elas: vestiários, piscina, depósito de ferramentas e máquinas, abatedouro, prédio dormitório, lava-pés, antiga oficina de carpintaria, ferraria, marcenaria, estrebaria, serviços gerais, moinho, gruta do silêncio, escadarias, sistema de canalização natural das águas, fonte nova, ruínas da antiga fonte, o lago e parte da mata nativa atrás do complexo, que pertence a um particular.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.