Publicidade
Notícias | Região Encontro

Propostas para a Cultura e Turismo são pauta de café da manhã no Vale Germânico

Secretária estadual de Cultura, Beatriz Araujo, esteve em Sapiranga, na manhã desta sexta-feira (27) para encontro com autoridades da região

Publicado em: 27.08.2021 às 17:04 Última atualização: 27.08.2021 às 17:04

A secretária estadual de Cultura, Beatriz Araujo, esteve em Sapiranga, na manhã desta sexta-feira (27), para um café da manhã com autoridades da região do Vale Germânico – que engloba Araricá, Campo Bom, Dois Irmãos, Ivoti, Morro Reuter, Novo Hamburgo, Santa Maria do Herval, São Leopoldo e Sapiranga – para debater projetos e ações ligados à Cultura e ao Turismo. A agenda também foi acompanhada pela assessora especial de Artes e Economia Criativa, Ana Fagundes.

Encontro aconteceu na manhã desta sexta-feira (27) Foto: Rafael Varela/Especial

A recepção foi feita pela prefeita de Sapiranga, Carina Nath, seguida de um pronunciamento do presidente da Associação dos Municípios do Vale do Rio do Sinos (Amvars) e prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi. O encontro também contou com a apresentação do projeto de lei que reconhece o Vale Germânico como território turístico do Rio Grande do Sul, de autoria do deputado estadual Dalciso Oliveira, que é vice-presidente da Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (ALRS).

Estiveram presentes prefeitos, deputados e representantes das secretarias de Cultura e Turismo dos municípios. O debate girou sobre as possibilidades de uma agenda colaborativa entre os setores, a integração entre as pastas, com atenção especial aos festejos do Bicentenário da Imigração Alemã, comemorados em 2024.

Panorama das ações

Beatriz apresentou um panorama das ações da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac) desde a sua recriação, em 2019. A secretária abordou os índices recordes de investimento e execução do Sistema Estadual Unificado de Apoio e Fomento às Atividades Culturais (Pró-cultura), tanto pela Lei de Incentivo à Cultura (LIC) quanto pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC). Também abordou a promoção de editais e o socorro ao setor cultural durante a pandemia da Covid-19, onde a Sedac executou 99,98% dos recursos recebidos pelo Estado.

Secretária estadual de Cultura, Beatriz Araujo, participou do café da manhã Foto: Rafael Varela/Especial

A secretária também exaltou a parceria estadual e municipal, evidenciada com o novo auxílio emergencial, que conta com R$ 10 milhões de recursos do FAC em coinvestimento com municípios. “Já temos 87 municípios no coinvestimento, que também estão aportando recursos e investindo em seus trabalhadores, socorrendo aqueles que hoje necessitam desse apoio emergencial”, aponta.

Investimentos do Avançar

O Avançar na Cultura, que aplicará R$ 76,1 milhões na Cultura até 2022, entre obras, fomento, editais e qualificações, também foi destaque. “É um investimento inédito no setor, superior ao total realizado nos últimos oito anos no Estado”, frisa.

O projeto contempla a qualificação, preservação do patrimônio cultural, que prevê R$ 35,1 milhões em investimentos, tanto para instituições vinculadas à Sedac, quanto para o rico patrimonial espalhado pelo estado. Também serão investidos R$ 7,5 milhões em obras da Fundação Theatro São Pedro (FTSP) e Multipalco e R$ 3,1 milhões no projeto social e na agenda da Fundação Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Fospa). O Avançar também prevê o lançamento de sete editais pelo FAC, num total de R$ 30 milhões, e R$ 400 mil para novas capacitações do RS Criativo, que pretende alcançar, até 2022, 15 mil empreendedores.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas
Botão de Assistente virtual